conecte-se conosco


Tecnologia

Zuckerberg quer integrar WhatsApp, Instagram e Messenger

Publicado em

Tecnologia [email protected]


Mark Zuckerberg quer integrar seus aplicativos de mensagens a partir de 2020
Reprodução/Twitter

Mark Zuckerberg quer integrar seus aplicativos de mensagens a partir de 2020


Mark Zuckerberg está planejando integrar seus três aplicativos de mensagens. De acordo com uma reportagem do jornal americano The New York Times
, o diretor-executivo do

Facebook quer unir WhatsApp, Messenger e Instagram.

Leia também: Já é possível compartilhar filmes e séries da Netflix no stories do Instagram

Segundo a publicação, a integração dos três aplicativos de mensagens
facilitaria a comunicação com os usuários e contatos das diferentes plataformas. Dessa forma, um usuário do WhatsApp, por exemplo, poderia enviar uma mensagem para um contato do Instagram sem precisar sair do aplicativo.

Leia mais:  Usuários de Pix podem integrar lista de contato de celulares

A medida engloba o WhatsApp
, o Messenger
, que é o aplicativo de conversas do Facebook, e o Instagram
Direct, função de bate-papo do aplicativo de fotos.

NY Times
também afirmou que a mudança deve acontecer até o início do ano que vem. Mesmo com a mudança, a informação é de que os três aplicativos vão continuar funcionando separadamente de forma normal. 

Leia mais:  Usuários de Pix podem integrar lista de contato de celulares

Integração dos três aplicativos de mensagem é polêmica


Aplicativos de mensagens do Instagram e do Facebook podem ter seus dados cruzados com o WhatsApp
Pixabay

Aplicativos de mensagens do Instagram e do Facebook podem ter seus dados cruzados com o WhatsApp


Para colocar a novidade em prática, os códigos dos aplicativos precisarão ser mudados e também interligados, o que pode ser uma medida polêmica para a plataforma, que vem recebendo diversas denúncias de vazamento de dados nos últimos anos
O jornal norte-americano relatou que algumas empresas já se mostraram preocupadas com a novidade
 do dono do Facebook. 

Por enquanto, o WhatsApp exige muito menos dados para cadastro – apenas um número de telefone. Além disso, todas as mensagens enviadas a partir da plataforma são perdidas, já que são enviadas com criptografia, o que impede que a empresa tenha uma cópia das mensagens.

Leia mais:  Usuários de Pix podem integrar lista de contato de celulares

Leia também: WhatsApp lança 157 novos emojis para a versão Android do aplicativo; confira

Segundo o NY Times
Zuckerberg 
cogitou implementar a criptografia em todos os aplicativos de mensagem
, mas também já pensou em cruzar os dados dos três para conseguir perfis mais precisos dos usuários.

Comentários Facebook
Propaganda

Tecnologia

Usuários de Pix podem integrar lista de contato de celulares

Publicados

em

Mudança visa facilitar a identificação de quem cadastrou seu número

Usuários do Pix poderão integrar as listas de contato de seus celulares. A mudança no regulamento, feita pelo Banco Central, visa a facilitar a identificação de quem cadastrou seu número de celular como chave Pix, simplificando ainda mais o pagamento com a funcionalidade.

O Pix é um recurso que permite a transferência de recursos entre contas bancárias 24 horas por dia. As transações são executadas em até 10 segundos, sem custo para pessoas físicas. Para usar o Pix, o correntista deve ir ao aplicativo da instituição financeira e cadastrar as chaves, que podem seguir o número do celular, o e-mail, o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF), para pessoas físicas, ou o Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), para empresas.

Além disso, os usuários finais também poderão, em caso de mudança no nome, solicitar alteração das informações, como nome completo, nome empresarial e título do estabelecimento, sem a necessidade de excluir e registrar novamente a chave. Isso vai facilitar, por exemplo, o ajuste quando uma pessoa alterar o nome em decorrência de casamento ou uma empresa alterar o nome fantasia do estabelecimento.

A mudança no regulamento também impede a imposição de limites para o número de transações Pix, seja de envio ou de recebimento. De acordo com o Banco Central, “essa vedação é necessária para garantir condições competitivas equânimes entre diferentes instrumentos de pagamento”.

Fonte: Agencia Brasil

Comentários Facebook
Leia mais:  Usuários de Pix podem integrar lista de contato de celulares
Continue lendo

INFORME PUBLICITÁRIO

Propaganda

Pontes e Lacerda

Propaganda

Polícia

Cidades

Mais Lidas da Semana