conecte-se conosco


Saúde

Vacinação dos profissionais da Segurança Pública inicia nesta quinta-feira (08)

Publicado em

Saúde [email protected]

Em torno de 22 mil profissionais da carreira da Segurança Pública devem ser vacinados em Mato Grosso

Os profissionais da Segurança Pública começam a receber as primeiras 3.200 doses da vacina contra a Covid-19 na quinta-feira (08.04). Serão contemplados os servidores que estão na linha de frente e o critério será dos mais antigos ao mais jovem que estão na ativa. 

“Mato Grosso está seguindo a tendência de outros estados em priorizar os servidores da Segurança Pública, por ser um serviço essencial que não parou. São Paulo, Amapá, Maranhão e Distrito Federal, Piauí, Minas Gerais e Rio Grande do Sul começaram a imunizar esses trabalhadores nesta semana”, destacou o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante.     

Em Cuiabá, a vacinação será no Senai, localizado na Avenida 15 de Novembro, das 9h às 18h. A previsão é vacinar 800 na quinta e 801 na sexta-feira (09.04). Ao todo, são 1.601 doses em Cuiabá e 182 doses aos profissionais de Várzea Grande. Na Cidade Industrial, o local de vacinação será ou no Fiotão ou na Univag. 

O local foi cedido pelo presidente da Federação das Indústrias de Mato Grosso, Gustavo Oliveira, como forma de contribuir para aceleração da vacina no Estado. “Precisamos aproveitar toda e qualquer possibilidade de acelerar o processo de imunização da população, pois o único caminho para sairmos desta pandemia é por meio da vacinação de todos. Por isso o Sesi se dispôs prontamente a apoiar a Sesp, afinal todos os profissionais que não podem parar têm que ter prioridade, como é o caso da segurança e da educação, por exemplo.

Na capital, quem vai realizar a aplicação das doses são os profissionais da saúde da própria segurança, sob orientação e capacitação da Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá. 

As demais doses serão encaminhadas para o interior. A Secretaria de Estado de Saúde (SES) deve publicar uma resolução de pactuação com as Secretarias Municipais de Saúde com as orientações sobre a vacinação aos profissionais da Segurança Pública. A dose e a lista com os nomes serão encaminhadas aos municípios. 

Serão contemplados servidores lotados no Sistema Penitenciário, Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Detran, Corpo de Bombeiros, Politec, Fundação Nova Chance, Socioeducativo, além das forças federais como Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e as Forças Armadas – Exército, Marinha e Aeronáutica. 

Os servidores que atuam na área meio dentro da Segurança Pública – gestores governamentais, técnicos e analistas de desenvolvimento econômico e social, cargos comissionados – não serão contemplados com a vacinação. 

Como se dará a vacinação?

A lista com os nomes dos servidores já foi encaminhada para as prefeituras de Cuiabá e Várzea Grande. Cada unidade setorial de gestão de pessoas ficará responsável de notificar os servidores informando que será contemplado com a vacina. 

Em seguida, os servidores precisam fazer pré-cadastro no site prefeituras, com o Cartão SUS atualizado, além dos dados pessoais. 

Assim que o município agendar a vacinação, informando a hora e o local, ele deve assinar o documento e entregar para a chefia imediata referendar, garantindo que haja respeito na fila da vacinação. 

Em torno de 22 mil profissionais da carreira da Segurança Pública devem ser vacinados em Mato Grosso.  

Vacinação na segurança

O governador Mauro Mendes conseguiu a aprovação, junto ao Ministério Público Estadual e ao Conselho dos Secretários Municipais de Saúde, para aumentar o percentual a ser disponibilizado para a vacinação das Forças de Segurança de Mato Grosso. 

Em todos os lotes de vacina que vierem para Mato Grosso, 5% das doses para a imunização dos profissionais das Forças de Segurança.

Na última remessa de vacina, feita pelo Governo Federal, foi disponibilizado para Mato Grosso 896 doses para aplicar o imunizante nos integrantes da Força de Segurança no Estado.

Fonte: Débora Siqueira | Sesp-MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Governo de MT já distribuiu 99,5% das doses recebidas; veja quanto cada município aplicou
Propaganda

Saúde

Brasil deve receber mais de 842 mil doses da vacina da Pfizer em junho

Publicados

em

A informação foi dada pelos coordenadores da Covax Facility

O Brasil vai receber 842.400 doses da vacina da farmacêutica Pfizer/BioNTech contra a covid-19. A informação foi dada pelos coordenadores da Covax Facility ao Itamaraty. A previsão de entrega é para o mês de junho.

O Ministério da Saúde tem 42,5 milhões de doses de vacinas contratadas com a Covax Facility. A quantidade é suficiente para vacinar 10% da população brasileira. Até o momento, o Brasil já recebeu mais de 1 milhão de doses da vacina da AstraZeneca/Oxford por meio dessa iniciativa chegou ao Brasil no dia 21 de março. “Cabe ressaltar que essas 842.400 doses não fazem parte das 100 milhões já contratadas pelo Ministério da Saúde diretamente com a farmacêutica”, ressaltou o Itamaraty em nota à imprensa na noite de ontem.

A Covax-Facility é uma aliança internacional da Organização Mundial de Saúde (OMS) que tem como principal objetivo acelerar o desenvolvimento e a fabricação de vacinas contra a covid-19. Trata-se de um consórcio internacional com o objetivo de garantir acesso igualitário à imunização. De acordo com o contrato de adesão do Brasil à iniciativa, firmado em 25 de setembro de 2020, o país terá acesso a 42,5 milhões de doses de vacinas contra a covid-19. 

De acordo com o comunicado do consórcio, a projeção é que sejam enviadas 330 milhões de doses das vacinas da Pfizer/BioNTech e da Oxford/AstraZeneca na primeira metade de 2021 para 145 países integrantes da aliança, que reúne mais de 150 nações.

Fonte: Agencia Brasil

Comentários Facebook
Leia mais:  APENAS 29,9% FICAM EM CASA: Em dia com 95 mortes, MT despenca no ranking do isolamento social
Continue lendo

INFORME PUBLICITÁRIO

Propaganda

Pontes e Lacerda

Propaganda

Polícia

Cidades

Mais Lidas da Semana