conecte-se conosco


Educação

SINTEP/MT avisa que professores só retornam as aulas após vacinação contra a Covid-19

Publicado em

Educação [email protected]

O Sintep/MT – Sindicato dos trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso vem a público reafirmar posição tomada pela categoria em Assembleia Geral realizada em 07 de dezembro de 2020, que apontou pela contrariedade da retomada das atividades letivas presenciais nas unidades escolares públicas em Mato Grosso, enquanto perdurar e não houver vacina para barrar a pandemia de COVID 19 e enquanto não for assegurada a vacinação geral da população do estado de Mato Grosso.

A realidade do Estado de Mato Grosso e do país apontam para números crescentes da contaminação e da superlotação dos hospitais e principalmente dos leitos de UTIs para atendimentos dos infectados em estado grave da doença. Lamentavelmente as mortes continuam acontecendo e os riscos de contaminação se ampliaram com a retomada das atividades comerciais, recreativas, locomoção irrestrita das pessoas e as aglomerações da população ocorridas no período eleitoral, festejo natalinos e de ano novo.

O anúncio do Governador e da SEDUC para retomada do ano letivo com aulas presenciais híbridas vai gerar a possibilidade de ampliação e exposição desnecessária aos riscos de contaminação dos estudantes, profissionais da Educação e seus familiares. Não há segurança sanitária sem vacina acessível para todos contra o coronavírus. Aliado a isso as ações do governo fechando escolas e forçando remanejamento de alunos para escolas que já encontram com salas lotadas e alguns casos superlotadas e sem as adequações necessárias de infraestrutura e estrutura sinalizam desrespeito para com a vida e impor a morte das pessoas mais desprotegidas.

É temerário e irresponsável o Governo de Mato Grosso liberar o início do ano letivo com atividades presenciais, mesmo os meios de comunicação dando notícias de que em países que retomaram as aulas presenciais, as mesmas já foram suspensas e não está descartado fechamento total das atividades econômicas e educacionais pelo colapso na rede pública de saúde.

O que se espera, neste momento, do Governador Mauro Mendes é que apresente um plano de vacinação da população com a aquisição das vacinas em fase de autorização para uso emergencial, assegurando aos municípios a infraestrutura necessária para a vacinação e também as condições para que as unidades escolares possam retomar as atividades dentro das regras sanitárias exigidas pela OMS.

SOBRE AS CONDIÇÕES DE TRABALHO REMOTO/HÍBRIDAS – O GOVERNO deve iniciar a retomada das atividades de interação com os professores e estudantes. Além disso, garantir o acesso de todos os estudantes aos espaços das aulas virtuais com a possibilidade de acompanhamento dos pais, propiciando qualidade na aprendizagem e condições de trabalho aos profissionais da educação enquanto não houver a retomada das aulas presencias com a vacinação da população. 

SOBRE O RETORNO ÀS AULAS PRESENCIAIS – O SINTEP/MT reforça a DEFESA INTRANSIGENTE DA VIDA. ANO LETIVO E ECONOMIA SE RECUPERA, VIDAS PERDIDAS, NÃO! RETORNO ÀS AULAS PRESENCIAIS, SÓ COM A VACINA PARA TODOS!  Também defende que sejam garantidas todas as medidas de segurança contra o contágio da COVID-19 na escola e na sociedade. Que sejam feitas as adequações, emergencial e urgente, das unidades escolares em situação insalubre, observando-se parecer do CNE, orientações da OMS e Comissão Especial da Assembleia Legislativa que tratou do retorno às aulas. Cada vida perdida para a COVID-19 não se recupera!

Sintep/MT – Livre, democrático e de luta!

Comentários Facebook
Leia mais:  Policial Militar tira a própria vida em residência, no bairro DNER em Cáceres
Propaganda

Educação

Gabaritos do Enem serão divulgados nesta quarta-feira

Publicados

em

Os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 poderão conferir amanhã (27) os gabaritos oficiais das provas objetivas do exame. O Enem impresso foi aplicado nos dias 17 e 24 de janeiro. Os participantes resolveram questões objetivas de matemática, ciências da natureza, ciências humanas e linguagens. Fizeram também a prova de redação, a única subjetiva do exame. 

Os gabaritos serão divulgados no portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Mesmo com os gabaritos em mãos, não é possível saber a nota no exame. Isso porque o Enem é corrigido com base na chamada teoria de resposta ao item (TRI), que leva em consideração, entre outros fatores, a coerência de cada estudante na própria prova.

Ou seja, se ele acertar questões difíceis, é esperado que acerte também as fáceis. Se isso não acontecer, o sistema entende que pode ter sido por chute. O estudante, então, pontua menos que outro candidato que tenha acertado as mesmas questões difíceis, mas que tenha acertado também as fáceis.  

(mais…)

Comentários Facebook
Leia mais:  Comodoro: Motorista que causou atropelamento em rodovia federal se apresenta à Polícia Civil após repercussão do acidente na imprensa
Continue lendo
Propaganda

Pontes e Lacerda

Propaganda

Polícia

Cidades

Mais Lidas da Semana