conecte-se conosco


Política

Sinfra atende pedido de Moretto para reforma e ampliação da feira de Mirassol

Publicado em

Política [email protected]

A ordem de início de serviço foi assinada pela Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra-MT) e vai beneficiar produtores e comerciantes da cidade.

Raul Bradock, da assessoria

A Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra-MT), atendeu as demandas do deputado Valmir Moretto (Republicanos) para ampliação e reforma da Feira do Produtor de Mirassol D’Oeste. A ordem de início de serviço foi assinada na terça-feira (9).

O prazo para execução da obra, conforme a ordem de serviço, é de 180 dias. “Agradeço ao secretário Marcelo de Oliveira e ao governador Mauro Mendes por olhar com carinho para os produtores da região Oeste. Essa ação reflete o que costumo dizer, que o suor do produtor precisa ser respeitado”, afirma o deputado.

O prefeito Héctor Alvares disse que a obra trará lazer aos moradores. “Me sinto muito feliz com essa parceria com o deputado. Essa reforma irá beneficiar toda sociedade, não só os produtores. Lá é uma área comercial que também vai beneficiar os usuários, pois é um local de lazer e de encontro dos moradores. Moretto é um parceiro nosso, é o deputado da região que tem contribuído muito por Mirassol”.

Sandra Bianchini de Souza, presidente da feira Municipal de Mirassol D’Oeste, também agradeceu o empenho de Moretto na ação. “Em nome de todos os feirantes quero agradecer de coração ao empenho e dedicação do deputado Valmir Moretto nesse processo”, disse.

Celso Pasteleiro, feirante há mais de 30 anos, afirma estar esperançoso com o início das obras. “Estou contente com essa reforma. Todo feirante depende daquele lugar para ter o pão de cada dia e vamos torcer para que fique pronto logo”.

O presidente da Câmara Municipal, Elton Queiroz relembrou da luta desse processo. “Moretto se empenhou muito para que esse sonho fosse realizado. Estivemos ainda esse ano na Sinfra cobrando esse serviço e agora Mirassol terá uma feira melhor”.

Os vereadores Fransuelo (Republicanos); Pedacinho (Pros); João Galinha (Solidariedade); também parabenizaram a ação de Moretto na liberação da ordem de serviço na Sinfra. Valmir Moretto lembra também que a parceria com todos os vereadores da cidade foi fundamental para o êxito do processo.

Comentários Facebook
Leia mais:  Articulação do deputado Nininho resulta na implantação de Centro de Inovação em Rondonópolis.
Propaganda

Política

Lúdio aponta que apenas 21% dos idosos a partir de 75 anos estão imunizados pela vacina da covid-19 em MT

Publicados

em

Estudo realizado pelo médico sanitarista e deputado estadual detectou ainda que apenas metade dos trabalhadores da saúde receberam a 2ª dose da vacina

Mato Grosso ainda não tem uma cobertura vacinal que produza impacto significativo sobre número de casos novos de covid-19, internações e mortalidade.

Levantamento feito pelo deputado estadual e médico sanitarista Lúdio Cabral (PT), com base nas resoluções da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), comparadas com o painel de vacinação do Ministério da Saúde, mostra que apenas 21,1% dos idosos a partir de 75 anos e 50,5% dos trabalhadores da saúde já estão imunizados com as duas doses de vacina contra a covid-19.

“Não vemos efetividade da vacinação. Mato Grosso ainda está longe de alcançar uma cobertura vacinal que dê proteção à população. Mesmo os grupos prioritários têm, até agora, uma cobertura baixa.

A imunidade só é completa 14 dias depois da aplicação da 2ª dose. A vacinação está muito lenta nos grupos da fase 1, mesmo com vacinas disponíveis”, observou Lúdio.

No relatório, que considerou os dados disponibilizados até a quinta-feira (8), Lúdio detectou que a cobertura vacinal dos 89.073 idosos a partir de 75 anos é de 21,1%, pois apenas 18.819 receberam a 2ª dose. Se todas as doses disponíveis tivessem sido aplicadas, esse público teria 79,1% de cobertura.

Entre os 84.599 trabalhadores da saúde de Mato Grosso, 50,5% já receberam a 2ª dose. Mas essa cobertura vacinal poderia ser de 85% com as doses já disponíveis no estado.

Na avaliação de Lúdio, a explicação para essa lentidão está na demora da distribuição das vacinas pelo estado aos municípios, centralização de vacinação e burocracia para agendamento.

O deputado recomenda que o governo de Mato Grosso elabore as resoluções com mais rapidez e agilize a distribuição, e que as prefeituras utilizem a rede de salas de vacinas e a experiência acumulada pelos trabalhadores do Sistema Único de Saúde (SUS), que é referência mundial na imunização de populações.

Ele defende que quanto mais descentralizar, melhor, pois o público-alvo vai aumentar nas próximas fases.

“Muitas pessoas que receberam a 1ª dose não estão recebendo a 2ª dose. Por isso é importante que a vacinação seja descentralizada e as vacinas sejam aplicadas no posto de saúde, onde as equipes de saúde conhecem os moradores e podem fazer busca ativa para que as pessoas tomem a 1ª e a 2ª dose no tempo certo e sem burocracia. A imunização só está completa depois da 2ª dose”, explicou Lúdio.

Fonte: Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Comentários Facebook
Leia mais:  Fazendeira, gerente e funcionário de fazenda são presos suspeitos de roubo de R$ 1,5 milhão em agrotóxico em MT
Continue lendo

INFORME PUBLICITÁRIO

Propaganda

Pontes e Lacerda

Propaganda

Polícia

Cidades

Mais Lidas da Semana