conecte-se conosco


Pontes e Lacerda

MEDIDA PREVENTIVA: Redes de esgoto passam por revisão em Pontes e Lacerda

Publicado em

Pontes e Lacerda [email protected]

Caminhão hidrojato é usado na desobstrução e limpeza das tubulações; concessionária de saneamento alerta sobre destinação do lixo
Nas ruas de Pontes e Lacerda, um novo integrante do time do saneamento básico chama a atenção: o caminhão hidrojato, que chega com a missão de preparar o sistema de esgotamento sanitário para o período de chuva. As ações preventivas de limpeza e desobstrução das tubulações serão realizadas pela concessionária de saneamento em todos os bairros e devem ser concluídas em até 60 dias.

 

“O caminhão hidrojato auxiliará a concessionária na limpeza e desobstrução das redes de esgoto da cidade, com o intuito de diminuir o risco de alagamentos característicos desse período”, explica Marcus Silva, gerente operacional da Águas Pontes e Lacerda. “Estamos trabalhando para manter nosso alto padrão de qualidade do atendimento e do serviço ofertado aos lacerdenses em todas as estações do ano.”

Lixo é no lixo – A concessionária faz um alerta sobra a importância de não jogar lixo nas ruas e na rede de esgoto. “O descarte irregular dos resíduos sólidos são o maior problema para o sistema de esgotamento sanitário. Uma sacola plástica, por exemplo, quando descartada de forma incorreta nas vias públicas, pode causar o entupimento das bocas de lobo, provocando alagamentos em períodos de chuva. Quando o lixo chega às redes de esgoto, o acúmulo desses resíduos pode causar obstrução das tubulações e extravasamento, prejudicando todo o sistema e a população em geral”, observa Marcus Silva.

 

Óleo de cozinha, haste flexível, algodão, bituca de cigarro, absorventes, preservativo ou embalagens, por exemplo, que acabam sendo descartados pela pia ou vaso sanitário, podem provocar transtornos tanto na rede de esgotamento sanitário doméstico quanto no encanamento interno dos imóveis. A correta destinação dos resíduos sólidos é uma grande aliada para o funcionamento do sistema de saneamento básico da cidade e uma atitude de respeito para com a sociedade e o meio ambiente”, finaliza o gestor.

Sobre a Águas Pontes Lacerda: Por meio de concessão plena com validade de 30 anos, a Águas Pontes Lacerda assumiu os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário no município em 2001. A empresa atende a cerca de 45 mil pessoas e tem como objetivo universalizar o acesso da população à água de qualidade e à coleta e tratamento de esgoto. Desde 2017, faz parte da Iguá Saneamento, companhia que está presente em 37 municípios brasileiros e que alcança 6 milhões de pessoas com o compromisso de ser a melhor empresa de saneamento para o Brasil.

 

Sobre a Iguá Saneamento: A Iguá é uma companhia de saneamento, controlada pela IG4 Capital, que atua no gerenciamento e na operação de sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário, por intermédio de concessões e de parcerias público-privadas. Atualmente, está presente em 37 municípios de cinco estados brasileiros: Alagoas, Mato Grosso, Santa Catarina, São Paulo e Paraná, por meio de 18 operações que somadas beneficiam cerca de 6 milhões de pessoas. O alcance dos serviços prestados pela companhia a coloca entre os principais operadores privados do setor de saneamento do país. Em 2019, foi eleita pelo terceiro ano consecutivo uma ótima empresa para se trabalhar pela consultoria Great Place to Work (GPTW). Atualmente, emprega cerca de 1,5 mil pessoas. O nome Iguá é uma referência direta ao universo em que atua: em tupi-guarani, “ig” quer dizer água. www.iguasa.com.br.

Comentários Facebook
Leia mais:  Novo decreto municipal suspende aulas presencias, abertura de igrejas, academias e proíbe o consumo de bebidas alcoólicas nos estabelecimentos em Pontes e Lacerda; supermercados podem perder o alvará em caso de descumprimento das regras
Propaganda

Pontes e Lacerda

Comissão Regional de Saúde é criada por vereadores da Região Oeste do Estado de Mato Grosso, após reunião na Câmara Municipal de Pontes e Lacerda

Publicados

em

O objetivo do encontro foi o de alinhamento junto aos parlamentares da Região Oeste para buscar recursos, melhorias e qualidade dos atendimentos no Hospital Vale do Guaporé nesse momento de pandemia

Um grande encontro que reuniu a classe política das Comissões de Saúde dos municípios de Vila Bela da Santíssima Trindade, Pontes e Lacerda, Campos de Júlio, Comodoro, Vale de São Domingos e a diretoria do Hospital Vale do Guaporé, aconteceu na manhã desta sexta-feira (16) na Câmara de Vereadores de Pontes e Lacerda.

O objetivo dos participantes foi somar forças para que juntos possam buscar recursos a nível estadual e federal para a unidade hospitalar que atende toda a região.

Preocupados com a atual situação causada por conta do novo coronavírus, os vereadores juntamente com os representantes do hospital, decidiram criar uma comissão para consolidar forças quando for necessário buscarem recursos para o hospital.

A reunião foi bastante produtiva, durou pouco mais de duas horas. Alguns questionamentos elencados pelos parlamentares foram esclarecidos pela diretoria do hospital.

Após o termino da reunião ficou definida a “Comissão Regional de Saúde do Vale do Guaporé” que é composta pelo vereador presidente da comissão, Edicley Coelho (vereador por Vila Bela), Paulo Sérgio Bezerra como vice-presidente (vereador por Comodoro) e Daniel Soares da Silva sendo o relator da comissão (vereador por Pontes e Lacerda).

Por Adriano Monezi 

Comentários Facebook
Leia mais:  Vídeo mostra o momento exato do acidente que vitimou um jovem entregador de gás em Pontes e Lacerda; veja o vídeo
Continue lendo

INFORME PUBLICITÁRIO

Propaganda

Pontes e Lacerda

Propaganda

Polícia

Cidades

Mais Lidas da Semana