conecte-se conosco


Política

Governo conclui asfaltamento dos primeiros 30 km e acelera obras na MT-343

Publicado em

Política [email protected]

Os primeiros 30 quilômetros fazem parte de um dos três lotes de obras que estão em andamento na MT-343.

Deputado estadual Valmir Moretto acompanha as obras ao lado do Governador Mauro Mendes

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), concluiu a primeira etapa da aplicação de capa asfáltica em 30 quilômetros da MT-343, entre os municípios de Barra do Bugres e Cáceres, na região Oeste de Mato Grosso.

Esses primeiros 30 quilômetros fazem parte de um dos três lotes de obras que estão em andamento na rodovia. Ao todo serão pavimentados 120 quilômetros da MT-343, que é considerada uma importante ligação dos municípios de Cáceres, Porto Estrela e Barra do Bugres, bem como a interligação das rodovias federais BR-070 e BR-364.

De acordo com o engenheiro Alexandre Zigoski, superintendente de Execução e Fiscalização de Obras da Sinfra, já foi asfaltada a metade da extensão prevista no trecho entre o município de Porto Estrela e o distrito de Vila Aparecida, em Cáceres. A expectativa é de que a pavimentação desse trecho, com extensão total de 64,4 quilômetros, seja entregue no início do ano que vem.

Além desse lote, está em andamento a pavimentação de outros 30,8 quilômetros, no trecho que vai do entroncamento da MT-246, em Barra do Bugres, até o município de Porto Estrela. Também está em andamento o último trecho da rodovia, já em Cáceres, que vai do KM 46,5 até o fim do pavimento no município. Serão asfaltados 24,6 quilômetros nesse trecho.

Para a pavimentação dos 120 quilômetros da MT-343, o Governo do Estado está investindo R$ 84,2 milhões. Além do asfaltamento, também está em execução a construção de quatro pontes de concreto sobre os Rios Cachoeirinha e Saloba Grande e Córregos Figueirinha e Ribeirão Três, com investimento total de R$ 8 milhões.

Segundo o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística Marcelo de Oliveira, todas essas obras que estão em andamento na MT-343 são estruturantes para os municípios de Barra do Bugres, Porto Estrela e Cáceres e representam mais uma ação de infraestrutura do Governo de Mato Grosso para melhorar não apenas a malha rodoviária, como também a logística da região.

“Essa pavimentação vai interligar a região produtora do Médio-Norte, em Barra do Bugres, diretamente ao Porto de Cáceres e à Zona de Processamento de Exportação de Mato Grosso, que também está em obras. Este é o Governo do Estado que está consertando o Estado e solucionando mais um gargalo logístico”, afirmou o secretário.

Concretização de um sonho

A pavimentação da MT-343 atende a um pedido antigo da região Oeste e chegou a ser prometida por muitos políticos, mas nunca saiu do papel, até agora. Durante vistoria das obras realizada no mês de outubro, o governador Mauro Mendes reforçou que a pavimentação e a construção de pontes na rodovia tratam-se de algumas obras que são prioridades da sua administração.

“Essa rodovia que liga Cáceres a Barra do Bugres é um sonho antigo da população e vai melhorar muito a logística da região, pois permitirá que junto com outras ações executadas pelo Governo, se traduzam em mais indústrias, geração de empregos e, consequentemente, desenvolvimento e garantia de maior qualidade de vida para as pessoas aqui da região”, disse o governador na ocasião.

Karine Miranda | Sinfra-MT

Leia mais:  Morrer de fome ou morrer de covid?

Comentários Facebook
Propaganda

Política

Lúdio aponta que apenas 21% dos idosos a partir de 75 anos estão imunizados pela vacina da covid-19 em MT

Publicados

em

Estudo realizado pelo médico sanitarista e deputado estadual detectou ainda que apenas metade dos trabalhadores da saúde receberam a 2ª dose da vacina

Mato Grosso ainda não tem uma cobertura vacinal que produza impacto significativo sobre número de casos novos de covid-19, internações e mortalidade.

Levantamento feito pelo deputado estadual e médico sanitarista Lúdio Cabral (PT), com base nas resoluções da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), comparadas com o painel de vacinação do Ministério da Saúde, mostra que apenas 21,1% dos idosos a partir de 75 anos e 50,5% dos trabalhadores da saúde já estão imunizados com as duas doses de vacina contra a covid-19.

“Não vemos efetividade da vacinação. Mato Grosso ainda está longe de alcançar uma cobertura vacinal que dê proteção à população. Mesmo os grupos prioritários têm, até agora, uma cobertura baixa.

A imunidade só é completa 14 dias depois da aplicação da 2ª dose. A vacinação está muito lenta nos grupos da fase 1, mesmo com vacinas disponíveis”, observou Lúdio.

No relatório, que considerou os dados disponibilizados até a quinta-feira (8), Lúdio detectou que a cobertura vacinal dos 89.073 idosos a partir de 75 anos é de 21,1%, pois apenas 18.819 receberam a 2ª dose. Se todas as doses disponíveis tivessem sido aplicadas, esse público teria 79,1% de cobertura.

Entre os 84.599 trabalhadores da saúde de Mato Grosso, 50,5% já receberam a 2ª dose. Mas essa cobertura vacinal poderia ser de 85% com as doses já disponíveis no estado.

Na avaliação de Lúdio, a explicação para essa lentidão está na demora da distribuição das vacinas pelo estado aos municípios, centralização de vacinação e burocracia para agendamento.

O deputado recomenda que o governo de Mato Grosso elabore as resoluções com mais rapidez e agilize a distribuição, e que as prefeituras utilizem a rede de salas de vacinas e a experiência acumulada pelos trabalhadores do Sistema Único de Saúde (SUS), que é referência mundial na imunização de populações.

Ele defende que quanto mais descentralizar, melhor, pois o público-alvo vai aumentar nas próximas fases.

“Muitas pessoas que receberam a 1ª dose não estão recebendo a 2ª dose. Por isso é importante que a vacinação seja descentralizada e as vacinas sejam aplicadas no posto de saúde, onde as equipes de saúde conhecem os moradores e podem fazer busca ativa para que as pessoas tomem a 1ª e a 2ª dose no tempo certo e sem burocracia. A imunização só está completa depois da 2ª dose”, explicou Lúdio.

Fonte: Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Comentários Facebook
Leia mais:  Gefron recupera veículo fruto de apropriação indébita registrada em São Paulo; veículo seria entregue em Pontes e Lacerda
Continue lendo

INFORME PUBLICITÁRIO

Propaganda

Pontes e Lacerda

Propaganda

Polícia

Cidades

Mais Lidas da Semana