conecte-se conosco


Fronteira

Gefron e PM apreendem quase R$ 200 mil em moeda estrangeira

Publicado em

Fronteira [email protected]

Policiais do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), em trabalho conjunto com policiais da Força Tática do 7º Comando Regional, apreenderam quase R$ 200 mil não declarados à Receita Federal em moedas internacionais na manhã desta segunda-feira (30.03). A apreensão foi realizada na barreira fixa de fiscalização no Posto do Matão (MT-473).

A abordagem foi realizada durante ação da Operação Hórus, integrada ao Programa VIGIA, do Ministério da Justiça e Segurança Pública. O suspeito foi abordado quando trafegava na rodovia, no município de Pontes e Lacerda (450 km ao Oeste da capital), sentido Bolívia, em um veículo VW Amarok. Em entrevista policial, ele informou que carrega esta quantia em dinheiro para possíveis oportunidades de negócio, e que trabalha com compra e venda de soja.

O suspeito e os materiais apreendidos foram encaminhados à Polícia Federal de Cáceres (214 ao Oeste de Cuiabá) para providências.

Ao todo foram apreendidos US$ 32.031,00 (trinta e dois mil dólares), 370.000.00 (trezentos e setenta mil Rupeers), 2,00 (dois Dóllares Singapore), 484.500,00 (quatrocentos e oitenta e quatro mil e quinhentos (Viet Dongs), 20,00 (Vinte Hong Kong Dollars), 2,00 (dois Ringgit Malaysia), R$ 521,00 (Quinhentos e vinte e um Reais e137.000,00 (cento e trinta e sete mil Guaranis).

O prejuízo ao crime é de R$ 191 mil. O suspeito não possui antecedentes criminais.

(Supervisão de Débora Siqueira)

Comentários Facebook
Leia mais:  Dupla rendida entrega esquema de carros roubados deixados na fronteira com a Bolívia
Propaganda

Fronteira

Policiais que atuam na região de fronteira realizam treinamento de ações de Segurança

Publicados

em

Quinze policiais civis atuantes na região de fronteira, entre investigadores e escrivães de polícia, participaram entre os dias 2 e 4 de fevereiro, de capacitação realizada pela Gerência de Operações Especiais (GOE), com objetivo de atualizar e reciclar os conhecimentos para operarem com segurança. 

O curso com total de 40 horas/aulas, foi ministrado para servidores lotados nas Delegacias de Polícia dos municípios de Comodoro (644 km a oeste de Cuiabá) e Campos de Júlio (553 km a noroeste da Capital), que foram divididos em duas turmas com 20 horas/aula cada.

Durante os quatro dias de curso com aulas teóricas e práticas, foram realizados treinamentos para pistola de calibre .40 e submetralhadora .40 . Oito investigadores que trabalham diretamente nas ruas também foram habilitados para a utilização de carabina calibre 556 (armamento tipo fuzil). 

Para a realização do curso, as munições foram disponibilizadas por outro órgão da Segurança Pública e diante dessa colaboração foi solicitado por meio de ofício à Gerência de Operações Especiais, para que promovesse a capacitação aos policiais civis, objetivando a reciclagem e o aperfeiçoamento.

Além dos treinamentos para melhorar as técnicas de uso e manuseio dos armamentos, como pistola, submetralhadora e carabinas (adquiridas recentemente através de parceria com o Sistema Penitenciário Federal), foi solicitado a GOE a realização de um módulo específico com  relação a cumprimento de prisões e cumprimento de buscas com entradas nas residências, em razão dos trabalhos das delegacias terem aumentados e estarem mais intensos.

As aulas teóricas aconteceram em sala de ensino nas dependências da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat). A parte das entradas em domicílios foi realizada em um conjunto de casas habitacionais que ainda não foram concluídas, após autorização da Prefeitura Municipal de Comodoro para a utilização.

O treinamento de disparos de armas de fogo aconteceu em uma propriedade rural onde a uma cascalheira com barrancos bem altos e ideal para esse tipo de prática, cedida por um particular.

O delegado de Comodoro, Ricardo Marques Sarto, agradeceu a equipe da GOE pelo curso ministrado sob a coordenação do investigador de polícia Fausto, que forma brilhante não mediram esforços para levar mais conhecimentos aos servidores da região.

“É muito importante a realização desses tipos de cursos, que deveriam acontecer com frequência, para que nossos profissionais tenham cada vez mais instruções para exercerem suas funções de forma segura e qualificada”, destacou.

SESP MT

Comentários Facebook
Leia mais:  ‘’ Foi uma grande falha o país não ter acreditado na vacina desde o início’’ diz Alcino durante entrevista na Conti FM; Veja a entrevista
Continue lendo
Propaganda

Pontes e Lacerda

Propaganda

Polícia

Cidades

Mais Lidas da Semana