conecte-se conosco



Política

Botelho retoma sessões, destaca economia do Parlamento e anuncia votação de vetos

Publicado


Foto: MAURICIO BARBANT / ALMT

Deputados estaduais concentrarão esforços à limpeza da pauta, na quarta-feira (12), quando 35 vetos entrarão em pauta. Na sequência, a movimentação se dará pelo início dos debates sobre a mensagem do Poder Executivo que determinará as novas regras da Previdência. A afirmação foi feita pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), durante a retomada dos trabalhos em Plenário e que contou, inclusive, com a presença do governador Mauro Mendes.

Para Botelho, todo esforço realizado começa a render bons frutos. Garantiu continuidade da administração transparente e de austeridade para economizar e, consequentemente, contribuir com os setores essenciais.  

Leia mais:  Maternidades de Mato Grosso terão de oferecer teste do quadril a recém-nascidos

“Vamos continuar com essa mesma austeridade, com esse mesmo compromisso de apenas gastar o necessário e ajudar Mato Grosso”, disse.

Com resultados positivos, o governador fez questão de visitar o Parlamento para agradecer o empenho dos deputados, que também não mediram esforços à aprovação do pacote de medidas para o estado retomar o equilíbrio fiscal e voltar a crescer. 

No total, com a economia no seu orçamento, a Casa de Leis devolveu R$ 47 milhões, recursos investidos em serviços à população, como a compra de viaturas, abertura do Hospital Estadual Santa Casa e da UTI Pediátrica do Hospital de Câncer. 

Leia mais:  Maternidades de Mato Grosso terão de oferecer teste do quadril a recém-nascidos

“Tenho que parabenizar esta Casa e, faço em nome do presidente Botelho. Agradecer a todos vocês. Isso é uma grande demonstração de que os tempos são outros aqui no Legislativo de Mato Grosso, esses novos tempos são construídos pela Mesa Diretora, mas também pela característica dos novos deputados, de todos vocês que aqui estão. E, é esse o novo comportamento que a sociedade exige. Obrigado! Esses recursos serão muito bem aplicados conforme definições prévias e isso vai trazer retorno à sociedade e dividendos para todos vocês”, agradeceu o governador Mendes, ao anunciar a implementação de investimentos para a construção de quatro mil pontes de concreto.

Leia mais:  Maternidades de Mato Grosso terão de oferecer teste do quadril a recém-nascidos

“A presença do governador aqui foi muito importante para o Parlamento, um sinal de respeito. Vamos continuar trabalhando alinhados com os interesses públicos do povo de Mato Grosso, evidentemente, resguardando a liberdade total dos deputados”, disse Botelho.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
publicidade

Política

Maternidades de Mato Grosso terão de oferecer teste do quadril a recém-nascidos

Publicado

Foto: Ronaldo Mazza / Secretaria de Comunicação Social

Mato Grosso tornou obrigatória a realização do teste do quadril em todos os recém-nascidos. A lei 11.271/2020 inclui maternidades em hospitais públicos e privados. O exame, cujo nome técnico é manobra de Barlow e de Ortolani, visa detectar precocemente doenças relacionadas à má formação do quadril.  

Conforme o autor da proposta, o deputado estadual Dr. Gimenez (PV), o diagnóstico de displasia do desenvolvimento do quadril (DDQ) costuma ser feito nas maternidades, mas não era obrigatório. “O problema pode provocar o encurtamento do membro e a osteoartrose precoce, portanto, a exigência do teste será mais uma garantia para a saúde das crianças mato-grossenses”.  

A estimativa é que um em cada mil bebês nasça com o quadril luxado e cerca de dez em mil com o quadril subluxado. O exame não tem custo, pois é feito por meio da flexão e abdução das pernas do bebê e pode garantir vida mais saudável para milhares de pessoas. A lei foi sancionada em dezembro de 2020 pelo governo estadual e já está em vigor.

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

O teste do quadril se soma ao “Teste do Pezinho”, que identifica pelo menos 30 doenças, e é realizado nas primeiras horas depois do nascimento. O exame preventivo é relevante ao diagnóstico e o tratamento precoce. Em Brasília, uma lei similar está em vigor desde novembro do ano passado. No Estado de São Paulo, vários municípios tornaram o exame obrigatório, entre eles, Assis.

“Muitas pessoas nunca ouviram falar em teste do quadril. Mas assim como o popular teste do pezinho, trata-se de uma medida preventiva. Pode detectar doenças e impedir que elas se desenvolvam antes mesmo de se manifestarem os primeiros sintomas”, pontua o parlamentar, que é médico e atende prioritariamente crianças.  

O tratamento da DDQ é desafiador tanto para o ortopedista pediátrico como para o generalista. Os objetivos do tratamento incluem o diagnóstico o mais precocemente possível, a redução da articulação e a estabilização do quadril em uma posição segura. Classicamente as possibilidades do tratamento se dividem de acordo com as diferentes faixas etárias, por ocasião do diagnóstico.

ROSE DOMINGUES / Gabinete do deputado Dr. Gimenez

Leia mais:  Maternidades de Mato Grosso terão de oferecer teste do quadril a recém-nascidos

Comentários Facebook
Continue lendo
publicidade

Pontes e Lacerda

publicidade

Polícia

Cidades

Mais Lidas da Semana