conecte-se conosco


Pontes e Lacerda

Programa Educação Empreendedora da Apoena alcança 2,5 mil estudantes em três municípios

Publicado

Alunos de escolas públicas promovem as Feiras de Negócios e do Empreendedor em Pontes e Lacerda, Porto Esperidião e Vila Bela da Santíssima Trindade

Pontes e Lacerda (MT), 7 de novembro de 2019 – Neste mês, serão realizadas as Feiras de Negócios e do Empreendedor, etapa prática do Programa Educação Empreendedora da Apoena. Por meio das metodologias Jovem Empreendedores Primeiros Passos (JEPP), ministrada nas escolas municipais (ensino fundamental), e Despertar, implementada nas escolas estaduais (ensino médio), cerca de 2,5 mil crianças e adolescentes terão a oportunidade de comercializar os produtos e soluções desenvolvidos durante o ano letivo. As instituições de ensino abrirão as portas para a comunidade e empresas. Para a população do entorno, haverá praça de alimentação, itens de decoração, acessórios, brinquedos e artesanato. Já para os empresários, estarão disponíveis ideias e soluções desenvolvidas com base na consultoria prestada pelos estudantes nas companhias, durante a atividade de campo.

Este é o segundo ano do programa e da parceria da mineradora com o Sebrae, criador das metodologias, e as Secretarias de Educação de Pontes e Lacerda, Porto Esperidião e Vila Bela da Santíssima Trindade. O apoio da Apoena consiste no fornecimento dos materiais necessários para a implementação do Despertar e a realização da Feira de Negócios do JEPP.

”A pesquisa Global Entrepreneurship Monitor identificou que o Brasil ocupa a 56ª posição em uma lista de 65 países quando se trata de educação empreendedora. Isso significa que a maioria das crianças e jovens brasileiros não aprendem sobre empreendedorismo nas escolas. Pensando neste cenário, a Apoena decidiu inovar: Investiu na educação empreendedora, levando-a para as zonas urbana e rural, na fronteira Brasil-Bolívia”, destaca Jorge Camargo, Gerente-Geral da Apoena.

Nas Escolas Estaduais 14 de Fevereiro, em Pontes e Lacerda, e 13 de Maio, em Porto Esperidião, está em desenvolvimento a metodologia Despertar. “Este programa tem como objetivo estimular o empreendedorismo no ensino médio, transmitindo-lhes uma visão de mundo abrangente, para que possam identificar suas potencialidades e descobrir novas oportunidades. A metodologia proporciona que os estudantes sejam estimulados a despertar para uma visão ampla do empreendedorismo, que engloba a cooperação, a cidadania e a ética. Ao final, espera-se que eles estejam mais proativos e comprometidos com o seu desenvolvimento e crescimento pessoal e profissional”, explica Helber Serrou, gerente da Agência Sebrae de Cáceres.

Já em Vila Bela da Santíssima Trindade, são beneficiadas pelo Jovens Empreendedores Primeiros Passos mais de 40 turmas, do 1º ao 9º ano, compostas por aproximadamente 800 crianças e adolescentes das zonas urbana e rural. Entre as escolas participantes estão a Guaporé, Itijucal, Duque de Caxias, Vale do Guaporé e Dom Antônio Rolim de Moura. 

“Percebemos que precisaríamos de parceiros para expandir o trabalho. Recomendo aos municípios a aderirem às parcerias, principalmente se o objetivo é levar projetos para a zona rural. Agradeço ao Sebrae e à Apoena pelo apoio. Tenho certeza que daqui sairão grandes empreendedores”, enfatiza Maria Gorette Rodrigues de Almeida Nantes, Secretária de Educação de Vila Bela da Santíssima Trindade.

 

Agenda

Vila Bela da Santíssima Trindade – JEPP – Feira de Negócios

  • 8/11 – 13h – Escola Municipal Dom Antônio Rolim de Moura – Comunidade Seringal
  • 8/11 – 13h – Escola Municipal Duque de Caxias – Comunidade Palmarito
  • 21/11 – 13h – Escola Municipal Guaporé – Comunidade Arrozal
  • 22/11 – 13h – Escola Municipal Vale do Guaporé – Comunidade Ritinha
  • 22/11 – 16h – Escola Municipal Itijucal – Comunidade Ricardo Franco

Pontes e Lacerda – Despertar – Feira do Empreendedor

  • 13/11 – 19h – Escola Estadual 14 de Fevereiro – Avenida Bom Jesus, 447, Centro

Porto Esperidião – Despertar – Feira do Empreendedor

  • A definir – Escola Estadual 13 de Maio – Rua Ramão Lara Franco, 46, Parque das Américas

Alcance

Instituição Programa Quantidade de alunos
Escola Estadual 14 de Fevereiro Despertar 1.191
Escolas Municipais de VBST JEPP 800
Escola Estadual 13 de Maio Despertar 429
Total 2.420

Comentários Facebook
Leia mais:  2° Acampamento Regional Projetos Mirins – Nova Lacerda; confira as fotos
publicidade

Pontes e Lacerda

SEGURANÇA AO CONSUMO: Água da rede é certeza de procedência e qualidade Concessionária faz alerta à comunidade: poços têm alta incidência de contaminações

Publicado

O que você prefere: ter certeza ou consumir na dúvida? A água que a gente usa é coisa séria e deve estar cercada de cuidados para que esteja apta ao consumo humano. Por meio da rede pública de abastecimento, a Águas Pontes e Lacerda leva água tratada às comunidades dos mais diferentes bairros, dentro das normas do Ministério da Saúde e dos órgãos de fiscalização. Serviço essencial, que emprega tecnologia, profissionais experientes e rigorosos procedimentos de controle de qualidade, determinante à saúde da população.  

Antes de chegar ao cavalete, a água passa por diferentes testes de qualidade de ordem física, química e biológica. Consumir água fora dos padrões significa colocar a saúde em risco. Isso porque o recurso natural que é fonte de vida, ao estar contaminado, se torna o causador de doenças como hepatite A e ascaridíase (lombrigas).

Além disso, quando o assunto é a sustentabilidade ambiental, é importante frisar que poços perfurados irregularmente esgotam os aquíferos, que são as reservas subterrâneas de água que colaboram com o abastecimento dos rios. Ou seja, há um abalo na reserva natural dos rios, provocando desequilíbrios ao meio ambiente.

“A conexão à rede pública de abastecimento é, de fato, a opção mais segura ao consumo humano e também responsável ambientalmente. O processo de tratamento e o controle de qualidade da água da rede dão a certeza da procedência dessa água. Nossas equipes têm a aptidão técnica necessária para esse trabalho tão importante à comunidade e zelam diariamente por essa qualidade”, registra André Silva, diretor operacional da Águas Pontes e Lacerda.

Mapeamento realizado pela concessionária este ano aponta que há 1.232 residências em Pontes e Lacerda com utilização de fontes alternativas de abastecimento (poços), o que representa 8,8% das moradias habitadas no município. O especialista observa que misturar água da rede com água de poço também impõe riscos à saúde. “Os elementos químicos presentes na água da rede pública não são suficientes para tratar a água dos poços privados. Quem usa água de fonte mista, além de correr risco, prejudica todo o processo de tratamento pelo qual a água do sistema de abastecimento do município passou”.

Alerta – A Organização Mundial da Saúde, a OMS, estima que uma em cada 10 pessoas no mundo (785 milhões de habitantes) ainda carece de serviços básicos em saneamento, incluindo 144 milhões que bebem água sem tratamento. O avançar do saneamento no planeta também esbarra no mau uso dos recursos naturais. No Brasil, estudo recentemente feito pela Universidade de São Paulo (USP) a convite do instituto Trata Brasil sinaliza que mais de 80% dos poços privados são clandestinos, sem outorga, autorização legal para perfuração e exploração, tampouco o monitoramento regular da qualidade da água captada.

Sobre a Águas Pontes e Lacerda –  A Águas Pontes e Lacerda começou a operar no município em 2017  e tem a responsabilidade de atender a uma população de 36 mil pessoas. O alcance de nossa prestação de serviços nos coloca entre os principais operadores privados do setor de saneamento no Brasil. Desde 2017, faz parte da Iguá Saneamento, companhia que está presente em 37 municípios brasileiros e que alcança 7,1 milhões de pessoas com o compromisso de ser a melhor empresa de saneamento para o Brasil.

Comentários Facebook
Leia mais:  2° Acampamento Regional Projetos Mirins – Nova Lacerda; confira as fotos
Continue lendo
publicidade

Pontes e Lacerda

publicidade

Polícia

Cidades

Mais Lidas da Semana