conecte-se conosco


Mato Grosso

PRF realiza em MT operação de combate a roubo de veículos; Ação aconteceu em 12 municípios e envolveu 70 policiais distribuídos em 25 viaturas e um helicóptero

Publicado

A Operação Hircus da Polícia Rodoviária Federal (PRF), com foco no enfrentamento a fraudes veiculares, foi realizada pela primeira vez além do Nordeste brasileiro. A quinta edição, de 19 a 29 de setembro, aconteceu também no Centro-Oeste – em Mato Grosso.

Os policiais recuperaram 20 veículos com registro de roubo ou furto, que estavam com os sinais identificadores adulterados. Foram presas 24 pessoas, apreendidas 03 armas, 401 munições e até animais silvestres vivos e abatidos, como Tartarugas da Amazônia.

Entre os veículos recuperados, havia uma caminhonete com registro de roubo há 17 anos em Recife/PE. Muitos eram do estado de Goiás e rodavam em Mato Grosso com adulterações para encobrir o crime.

A operação contou com 70 policiais de diversas regiões do País, distribuídos em 25 viaturas e um helicóptero da Divisão de Operações Aérea (DOA) da PRF. A ação foi integrada com as polícias Civil e Militar e com o Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público Estadual de Barra do Garças.

As atividades aconteceram na região chamada de Alto Araguaia, que fica na divisa com Goiás, nos municípios de Barra do Garças, General Carneiro, Paredão Grande, Torixoréu, Campinápolis, Novo São Joaquim, Nova Xavantina, Água Boa, Nova Nazaré, Cocalinho, Canarana e Ribeirão Cascalheira. Os agentes percorreram rodovias e estradas, atravessaram rios em balsas e atuaram também dentro das cidades.

Além de Mato Grosso, a quinta edição da Operação Hircus aconteceu em Piauí e Paraíba. O nome Hircus refere-se a uma variedade de caprinos presente no nordeste brasileiro (Capra aegagrus hircus – em latim). Na linguagem policial, “cabrito” designa um veículo que é adulterado para esconder sua procedência ilícita, geralmente produto de roubo ou furto.

Comentários Facebook
Leia mais:  Prefeitura de Campo Novo do Parecis (MT) abre concurso com 39 vagas
publicidade

Mato Grosso

Sema apreende 108 kg de peixes e apetrechos proibidos em Porto Alegre do Norte e Confresa

Publicado

por

A equipe de fiscalização da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) apreendeu 108 quilos de pescado e diversos apetrechos de pesca predatória nos municípios de Porto Alegre do Norte e Confresa. A Operação foi realizada na quinta-feira (17.10) pela equipe de Fiscalização de Fauna da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) e pela Diretoria de Unidade Descentralizada de Confresa, em parceria com a Policia Militar.

As espécies apreendidas são pirarucu, tucunaré, matrinxã, piranha, corvina, piau e tabatinga. Além dos peixes foram recolhidas três redes de captura de pirarucu, oito redes de pesca de diversos tamanhos e diversas malhas, uma tarrafa, cinco espinheis, 60 boias e 02 freezers.

Os fiscais aplicaram multas no valor total de R$ 6,1 mil. Os peixes foram doados a instituições filantrópicas de Porto Alegre do Norte e de Confresa.

Piracema

O período de defeso da piracema no Estado de Mato Grosso iniciou no dia 1º de outubro e segue até dia 31 de janeiro de 2020. A proibição à pesca, tanto amadora como profissional, abrange os rios das Bacias Hidrográficas do Paraguai, Amazonas e Araguaia-Tocantins.

Leia mais:  Sede própria da Escola de Governo será inaugurada nesta quarta-feira (16.10)

Neste período é permitida apena a pesca de subsistência, desembarcada, que é aquela praticada artesanalmente por populações ribeirinhas ou tradicionais para garantir a alimentação familiar, sem fins comerciais.

Para os ribeirinhos é permitida a cota diária de três quilos e um exemplar de qualquer peso por pescador, respeitando os tamanhos mínimos de captura, estabelecidos pela legislação para cada espécie. O transporte e comercialização proveniente da pesca de subsistência também fica proibido.

Denúncias

O cidadão pode denunciar a pesca depredatória e outros crimes ambientais à Ouvidoria Setorial da Sema: 0800-65-3838 ou via WhatsApp no (65) 99281-4144. Outros telefones para informações e denúncias: (65) 3613-7394 (Setor Pesca), nas unidades regionais da Sema ou aplicativo MT Cidadão.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo
publicidade

Pontes e Lacerda

publicidade

Polícia

Cidades

Mais Lidas da Semana