conecte-se conosco



Pontes e Lacerda

Pontes e Lacerda registra a 1° morte por Coronavírus

Publicado

Morreu na tarde deste sábado (23), a primeira vítima do Coronavírus em Pontes e Lacerda.

Segundo informações da secretaria de saúde, o senhor Alcides Ramos, de 77 anos, estava internado a alguns dias no Hospital Vale do Guaporé em Pontes e Lacerda, porém, o seu quadro de saúde se agravou e veio a óbito. Ele fazia parte do grupo de Siriri, da Maria Capoeira, uma pessoa conhecida e querida por todos.

O boletim informativo do município registra 20 casos confirmados e apenas três (3) curados.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste sábado (23.05), 1.363 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 37 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Comentários Facebook
Leia mais:  SEGURANÇA: Falta efetivo policial e viaturas na Delegacia Regional de Pontes e Lacerda
publicidade

Pontes e Lacerda

SEGURANÇA: Falta efetivo policial e viaturas na Delegacia Regional de Pontes e Lacerda

Publicado

O deputado estadual Claudinei realizou levantamentos na Delegacia Regional da Polícia Judiciária Civil do município que atende 10 municípios

A Delegacia Regional da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, em Pontes e Lacerda (MT), conta apenas com três delegados e oito viaturas para atender 10 municípios mato-grossenses da região de fronteira. Essa necessidade foi apontada pelo delegado regional, Clayton Queiroz, ao deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) que esteve na instituição, na última quinta-feira (24). Também, estiveram presentes os delegados de polícia Maurício Maciel e Alexandre Nazaré.

Este encontro faz parte das visitas realizadas pela Comissão de Segurança Pública e Comunitária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), em que é presidida por Claudinei. “Quando eu assumi a presidência da Comissão de Segurança este ano, tracei o propósito de visitar os 13 polos regionais do interior da Risp (Região Integrada de Segurança Pública), conversar com todos os chefes das regionais e ver como a gente pode ajudar. É a primeira vez, na história, que essa Comissão visita todos os polos. Agora essa é a sexta regional que visitamos”, diz o parlamentar.

Panorama

O delegado regional, inicialmente, apresentou para Claudinei um mapa com todos os municípios que a unidade atende, além de Pontes e Lacerda, para ter uma compreensão real da região e extensão territorial atendida pelos policiais civis.

“As distâncias entre os municípios apontam a necessidade de mais delegados de polícia, escrivães e investigadores. Ainda mais por ser uma região de fronteira. Só para se ter uma ideia, a distância de Pontes e Lacerda é de quase 700 km de Rondolândia. Temos cobrado muito para nomeação dos aprovados, sendo que já conseguimos a convocação de 30 delegados de polícia. Agora é saber para quais municípios eles serão encaminhados”, comenta o deputado.

Para Clayton é muito importante que a Comissão de Segurança Pública tenha conhecimento da realidade da região, principalmente da polícia civil que é carente de estrutura, viaturas e de todo tipo de infraestrutura para executar o trabalho com excelência. “Esperamos que essas dificuldades sejam sanadas com a visita do deputado Claudinei. Falta de viatura, efetivo e problemas de questões estruturais das delegacias. Espero que através desta Casa de Leis, os problemas possam ser solucionados”, diz o delegado regional.

Viaturas

O presidente da Comissão se comprometeu em levar as demandas da instituição para o governo estadual, bem, como, ao governo federal por meio do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) para a substituição da frota de viaturas que fazem parte do convênio da Estratégia Nacional de Segurança Pública na Fronteira (Enafron), firmado em 2012 juntamente com os governos de Mato Grosso e federal.

“Todos estes levantamentos que realizamos pela Comissão, como a falta de viaturas, vamos levar para o governo federal. Já solicitamos uma agenda que está tramitando. A gente vai estar lá pessoalmente cobrar, pedindo para substituir estes veículos para toda essa região que está próxima da fronteira. Tem que ter uma atenção. A falta de delegados é preocupante também”, posiciona Claudinei.

Queiroz salienta que os policiais atuavam com viaturas descaracterizadas do Enafron na fronteira, pois os outros veículos da unidade são todos caracterizados – sendo que não são mais utilizadas por falta de manutenção. “Aqui tem viaturas próprias. Fazer manutenção é cômodo, porque a prefeitura ajudava e o Conseg (Conselho de Segurança Pública e Comunitária) do município. Parece que (o governo estadual) comprou para usar até acabar. Precisamos de uma condição mínima para trabalhar”, lamenta Clayton.

Indicação – Delegado Claudinei já apresentou na Casa de Leis, importantes proposições para atender a região de fronteira, como as indicações de nº 854/2019 e n.º 1.913/2020 que apontaram a necessidade de renovação da frota da Polícia Judiciária Civil para atender as delegacias regionais de Cáceres, Pontes e Lacerda e Tangará da Serra.

Instituição – Além de Pontes e Lacerda, a Delegacia Regional atende os municípios de Comodoro, Rondolândia, Vila Bela da Santíssima Trindade, Conquista d´Oeste, Nova Lacerda, Figueirópolis d´Oeste, Jauru, Vale de São Domingos e Campos de Júlio.

Informações:
Samantha dos Anjos – Assessoria de Imprensa

Comentários Facebook
Leia mais:  SEGURANÇA: Falta efetivo policial e viaturas na Delegacia Regional de Pontes e Lacerda
Continue lendo
publicidade

Pontes e Lacerda

publicidade

Polícia

Cidades

Mais Lidas da Semana