conecte-se conosco



Geral

Policiais relatam como combateram pornografia infantil na internet

Publicado


Em artigo publicado na revista científica Nature três policiais federais apresentaram as estratégias usadas para o combate às redes de pornografia infantil. O trabalho faz uma análise da Operação Darknet que investigou, de 2014 a 2016, criminosos que atuavam em diversas partes do território brasileiro e no exterior. O estudo foi desenvolvido pelos policiais Bruno Requião da Cunha, Luiz Walmocyr dos Santos Júnior e Jean Fernando Passoldem em parceria com pesquisadores da Universidade de Limerick, na Irlanda.

As redes de produção e distribuição de conteúdo envolvendo abuso de crianças e adolescentes se organizam, segundo a descrição feita pelos pesquisadores, na chamada dark web – parte da internet que necessita de ferramentas específicas para ser acessada e com maiores possibilidades de anonimato. Pelos resultados da operação da Polícia Federal, os estudiosos apontam que apesar das redes envolverem milhares de usuários, a maior parte da distribuição é feita por um pequeno número de usuários.

Redes centralizadas

Segundo o estudo, apenas 7,4% dos membros das redes efetivamente publicam conteúdo ilegal e metade dos acessos a esses vídeos e fotografias é feito por um grupo de 0,27% dos participantes da rede. Os pesquisadores ressaltam que essa é uma “diferença marcante em relação a outras redes clandestinas”.

Leia mais:  Zona sul concentra maioria dos desempregados na cidade de São Paulo

Nos dois anos de investigação, a Operação Darknet identificou, de acordo com o artigo, 182 usuários da rede de distribuição de pornografia infantil com quase 10 mil membros. Com o monitoramento do fórum, foi possível solicitar mandados de busca e apreensão e prisão para alguns dos elos considerados chave no esquema.

Os pesquisadores destacam que apesar de ser uma rede “robusta”, a operação foi bem-sucedida em interromper a maior parte das atividades criminosas. Segundo o artigo, apenas 10 usuários eram responsáveis por um terço das visualizações dos conteúdos de abuso, sendo que 8 deles foram presos na ação. No cálculo final, a operação conseguiu chegar aos membros que eram responsáveis por 60% do movimento no esquema.

Edição: Denise Griesinger
Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
publicidade

Geral

Chuvas: corpo de criança é localizado em escombros em BH

Publicado


A Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais seguem as operações de resgate em Belo Horizonte, em decorrência de fortes chuvas. Na comunidade de Vila Bernadete, região do Barreiro, três corpos foram localizados após o deslizamento de encosta ocorrido na sexta-feira (24), sendo o mais recente, o de uma criança de cerca de três anos, encontrado hoje (26). Quatro pessoas ainda estão desaparecidas.

Em todo o estado, 30 pessoas morreram com os desastres causados pelas chuvas.

chuvas, chuvas belo horizonte, chuvas minas gerais

Chuvas fortes atingem Belo Horizonte – Reprodução TV Brasil

Aproximadamente 30 bombeiros militares trabalham no local, além do pessoal da prefeitura. Nas buscas, as equipes de resgate usam método assemelhado aos resgates em Brumadinho, também em Minas, depois do rompimento de barragem da Vale no ano passado, chamada de “escavação hidráulica” – quando os militares jogam água na lama para remover a terra.

A Defesa Civil de Belo Horizonte prevê que este domingo será de céu nublado a parcialmente nublado com chuvas a qualquer hora do dia. A mínima medida de madrugada foi de 17°C, e a máxima estimada é de 27°C.   

Segundo o Instituo Nacional de Meteorologia (Inmet), [http://www.inmet.gov.br/portal/index.php?r=tempo2/verProximosDias&code=3106200] a possibilidade de pancadas de chuva aumenta com o passar do dia. Para a tarde, há previsão de vento moderado com rajadas e trovoadas isoladas. A semana deve iniciar com tempo encoberto e há previsão de pancadas de chuva e trovoadas de terça à quinta-feira.

 

Edição: Aline Leal
Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
Leia mais:  Ciclone que atingirá o Rio vai se concentrar no oceano
Continue lendo
publicidade

Pontes e Lacerda

publicidade

Polícia

Cidades

Mais Lidas da Semana