conecte-se conosco



Polícia

Policiais penais evitam fuga de reeducandos em penitenciária em MT

Publicado

Durante a madrugada, foi encontrado um buraco na parede da cela 01 dando acesso ao pátio

Nara Assis | Sesp-MT

Buraco na cela da Penitenciária Mata Grande – Foto por: Sistema Penitenciário

Buraco na cela da Penitenciária Mata Grande

A | A

Uma tentativa de fuga da Penitenciária Major PM Eldo Sá Corrêa (Mata Grande), em Rondonópolis (215 ao Sul de Cuiabá), foi frustrada por policiais penais, na madrugada desta segunda-feira (02.11). Por volta de 3h, a equipe que fazia a vigilância na muralha das torres 02 e 03 ouviu um barulho na ala de segurança e se deslocou até lá para verificar a situação.

Logo em seguida, os policiais penais visualizaram um buraco na parede da cela 01, dando acesso ao pátio. Ao entrarem na ala e fazerem uma varredura, constataram que os três reeducandos que fizeram o buraco também tinham aberto os cadeados das demais celas utilizando pedaços de ferro retirados da parede.

Além disso, eles estavam com uma corda artesanal feita com lençóis para escalar o muro. Com a ação dos policiais penais, nenhum deles conseguiu fugir, nem sequer acessar o pátio da unidade.

Diante disso, todos os sete recuperandos que ocupavam esta ala foram realocados em outra ala. A direção da Penitenciária abrirá procedimento interno para apurar o caso e responsabilizar os envolvidos.

Comentários Facebook
publicidade

Fronteira

Polícia Civil investiga se aeronave boliviana em Vila Bela que caiu transportava pasta base

Publicado

Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Vila Bela da Santíssima Trindade (521 km a oeste de Cuiabá) investiga o acidente aéreo que resultou na queda de uma aeronave, ocorrido na segunda-feira (16.11), na zona rural do município. O avião de bandeira boliviana pegou fogo, resultando na morte do piloto que teve o corpo carbonizado. Há suspeita é que a aeronave realizava o transporte de pasta base de cocaína.

A equipe da Polícia Civil da Delegacia de Vila Bela da Santíssima Trindade foi acionada por um morador da região, sobre a queda da aeronave, que bateu em um poste da rede elétrica e caiu em uma via da zona rural. A comunidade onde ocorreu a queda é distante da zona urbana da cidade, cerca de 130 quilômetros, nas imediações do Rio Guaporé.

Ao chegar ao local, os policiais constataram que o avião pegou fogo, encontrando o cadáver junto aos destroços e a fiação elétrica caída em cima da aeronave. A equipe da Perícia Oficial e Identificação Técnica de Pontes e Lacerda foi acionada e recolheu o corpo que ainda não foi identificado.

O corpo estava carbonizado e não foi localizado nenhum documento do piloto no local. O delegado de Vila Bela da Santissíma Trindade, João Paulo Berté, acredita que há possibilidade de que a aeronave estivesse realizando o transporte de pasta base, uma vez que o produto é inflamável com grande facilidade de combustão.

“Recolhemos o material para perícia e será encaminhado para análise se realmente o avião era utilizado para o transporte de droga. Além do forte odor e pelo conhecimento dos policiais, existem outros indícios, como o fato de o avião ser de bandeira boliviana, voar baixo, e com apenas o piloto, são modus operandi muito utilizado pelos traficantes da região”, disse o delegado.

As investigações estão em andamento e a Polícia Civil aguarda os resultados das perícias, para identificação do número de matrícula e modelo do avião, assim como da vítima que teve o corpo carbonizado no acidente.

Comentários Facebook
Continue lendo
publicidade

Pontes e Lacerda

publicidade

Polícia

Cidades

Mais Lidas da Semana