conecte-se conosco



Polícia

Polícia Civil lamenta morte de esposa de policial em acidente em Pontes e Lacerda

Publicado

Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil lamenta o acidente em que ocorreu a morte de Cissa Amaral Guerreiro Andrade, esposa do investigador de polícia, Sebastião Aparecido Faria, lotado na Delegacia de Polícia de Pontes e Lacerda (448 km a oeste de Cuiabá). O policial civil também sofreu graves ferimentos e está internado no Hospital de Cáceres.

O casal foi vítima de acidente na BR-174 B, Km 20, na zona rural sentido Vila Bela da Santíssima Trindade/Pontes e Lacerda, na noite de domingo (20.09), quando a motocicleta em que eles estavam saiu da pista.

O veículo era conduzido pela esposa do policial que não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Sebastião Aparecido também sofreu ferimentos graves e está internado em estado estável, na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) em Cáceres, onde realizou tomografias na cabeça e no tórax.

O corpo de Cissa Amaral Guerreiro Andrade está sendo velado na Igreja Sagrado Coração de Jesus em Pontes e Lacerda. Uma equipe da Polícia Civil prestará homenagem a esposa do policial acompanhando o cortejo até o cemitério onde será realizado o sepultamento.

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Mulher é presa por agredir e trancar o marido em casa em MT

Publicado

A suspeita tentou fugir quando estava sendo conduzida à viatura.

Greyce Lima Secom-MT

Nesta terça-feira(13) a Polícia Militar prendeu uma mulher de 26 anos por crime de  sequestro e cárcere privado, em Várzea Grande. A suspeita teria agredido e trancado o marido dentro de casa no bairro Mapim.

Por volta das 10h57, policiais foram acionados para uma ocorrência em que a esposa havia prendido marido dentro da residência, no bairro Mapim. A PM foi até o local e encontrou a suspeita com o comportamento alterado( chorando e gritando). O marido relatou que a esposa o agrediu fisicamente e trancou ele dentro da residência para evitar que ele saísse de casa. 

Os policiais tentaram verbalizar com a suspeita  para que ela  entregasse a chave da casa. A mulher disse que não entregaria, abrindo somente  a porta para verbalizar com a equipe da PM. A vítima relatou que não conseguia pular pois possui imobilidade em uma das pernas. 

Depois de várias tentativas de verbalização com a suspeita, os militares conseguiram deter a mulher, que ainda tentou fugir, quando estava sendo conduzida para viatura policial. 

Comentários Facebook
Continue lendo
publicidade

Pontes e Lacerda

publicidade

Polícia

Cidades

Mais Lidas da Semana