conecte-se conosco



Cidades

Operação realiza ações repressivas e preventivas de combate à criminalidade no interior de Mato Grosso

Publicado

O enfrentamento e a prevenção à criminalidade foram focos da operação Herácles, deflagrada pela Polícia Judiciária Civil, nos meses de julho e setembro, em 11 Regionais do interior do Estado. A operação coordenada pela Diretoria do Interior cumpriu 30 ordens judiciais, entre mandados de prisão e de busca e apreensão domiciliar, além da apreensão de grande quantidade de entorpecentes, objetos de origem ilícita e a abordagem de centenas de pessoas e veículos. 

Os trabalhos foram realizados pelas Delegacias Regionais de Alta Floresta, Barra do Garças, Cáceres, Guarantã do Norte, Juína, Nova Mutum, Pontes e Lacerda, Primavera do Leste, Nova Mutum, Rondonópolis, Tangará da Serra e Vila Rica.

Anúncios

A operação de cunho repressivo e preventivo foi deflagrada em duas etapas, com o objetivo de intensificar as ações policiais visando coibir os crimes contra o patrimônio, tráfico Ilícito de entorpecentes, homicídio entre outros, além de dar cumprimento a mandados judiciais contra pessoas foragidas da Justiça ou alvos de investigações policiais.

O trabalho desenvolvido em diversas cidades do interior também teve como um dos focos principais os municípios que sofreram com a suspensão temporária de Delegacias (Luciara, Novo Santo Antonio, Alto Paraguai, Nova Marilândia, Santo Afonso, Nova Lacerda, Bom Jesus do Araguaia, Ponte Branca, São José do Povo, Tesouro, Carlinda, Castanheira, União do Sul, Acorizal, Jangada e Nossa Senhora do Livramento).

Para operação, foi empregado um efetivo de 88 policiais civis, entre investigadores escrivães e delegados e 22 viaturas, além de contar com apoio da Polícia Militar. No total, foi realizada a abordagem de 235 pessoas e checagem de mais de 60 veículos, além do cumprimento de 30 ordens judiciais, sendo 5 mandados de prisão e 25 e busca e apreensão domiciliar. 

Na segunda fase da operação, na Regional de Nova Mutum, foram cumpridos 9 ordens judiciais entre mandados de prisão e de busca e apreensão domiciliar, em ações desencadeadas pelas Delegacias de Arenápolis, Nortelândia, e Municipal e Regional de Nova Mutum.

Os trabalhos resultaram em duas pessoas presas, uma em flagrante e outra por força de mandado, além da apreensão de diversos aparelhos celulares de outros investigados, com objetivo de obter indícios da prática dos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. 

Em Alta Floresta, dois homens que planejavam roubar uma aeronave na cidade foram presos. Os suspeitos, V.S.R.J, 23 anos, e F.F.A., 24 anos, são do estado de Goiás e estavam na cidade com a intenção de conseguir um avião para levar até a Bolívia.

Os suspeitos despertaram atenção, após percorreram aeroportos do município na tentativa de conseguir fretar uma aeronave. A Polícia Civil foi acionada e ao abordar os suspeitos encontrou com eles um revólver cromado calibre 38, com 13 munições, R$ 5.861,00, 3 celulares, GSP, e outros objetos.

Ainda dentro da operação, uma carga de mais de 250 quilos de cloridrato e cocaína foi apreendida em uma ação integrada da Polícia Civil, Polícia Militar e Polícia Federal, realizada, em Nova Bandeirantes (1.026 km ao Norte). No total, foram apreendidos 241 tabletes da substância, localizados em uma propriedade rural do município.

Palestras

Além das ações repressivas, a operação também realizou atividades preventivas como palestras em escolas e empresas.

As ações preventivas têm o objetivo de alertar a população sobre a prática de diferentes crimes e situações de riscos que podem causar. As palestras abordaram diferentes temas como combate às drogas, abuso sexual infantil, e combate a violência doméstica e familiar contra a mulher.

FONTE: PJC

 

Leia mais:  “Trinta novos leitos em Cáceres terão a mesma tecnologia do Metropolitano”, garante governador

 

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Paciente que morreu com suspeita de Covid-19 tem corpo trocado no Hospital São Luiz em Cáceres e idoso é enterrado no lugar

Publicado

Direção do hospital abriu sindicância para apurar o ocorrido e disse que adotará todas as medidas cabíveis.

Por Denise Soares e Alexia Schumacher, G1 MT e Centro América FM

Uma idosa morreu com suspeita de coronavírus (Covid-19) nessa terça-feira (26), mas teve o corpo trocado no Hospital São Luiz, em Cáceres, a 220 km de Cuiabá, por outro idoso que acabou sendo enterrado no lugar dela.

Alaíde Rosa de Aquino, de 81 anos, moradora de São José dos Quatro Marcos, era cardíaca e deu entrada no hospital no dia 23 de maio com suspeita de Covid-19.

A direção do hospital São Luiz emitiu nota de esclarecimento informando que abriu sindicância para apurar o ocorrido e adotará todas as medidas cabíveis. (Veja a nota na íntegra ao final da matéria).

A morte da idosa provocou uma confusão na unidade e o corpo foi trocado com outro paciente: Adélio João de Souza, de 66 anos, que deu entrada no hospital com no dia 20 de maio após sofrer um infarto e morreu no mesmo dia que Alaíde.

Quando os familiares chegaram ao hospital para liberar o corpo, foram informados que o idoso já havia sido sepultado com suspeita de Covid pela família da idosa.

Ainda conforme os familiares, o idoso havia feito o exame enquanto esteve internado e o resultado deu negativo.

A duas famílias registraram boletim de ocorrência contra o hospital.

Outro lado

A direção do Hospital São Luiz informa que abriu sindicância para apurar o ocorrido e adotará todas as medidas cabíveis.

A gestão mantém, de forma contínua, a revisão de protocolos de segurança e o caso mencionado não está de acordo com o rigor dos procedimentos do São Luiz.

Os familiares dos pacientes envolvidos foram informados, imediatamente, após identificada a situação, sendo oferecido todo o suporte para a resolução dos trâmites necessários.

Neste momento, o Hospital São Luiz lamenta o ocorrido e reitera seu compromisso com a população, amparado por seus princípios e a busca permanente pela qualidade, humanização e segurança nos serviços oferecidos.

Assessoria de Comunicação – Hospital São Luiz

Leia mais:  Polícia Civil cumpre mandados de buscas para esclarecer desaparecimento em Comodoro

Comentários Facebook
Continue lendo
publicidade

Pontes e Lacerda

publicidade

Polícia

Cidades

Mais Lidas da Semana