conecte-se conosco



Polícia

Maior é preso e menor apreendido por roubo a residência em Várzea Grande

Publicado


Assessoria | PJC-MT

Dois jovens, um deles menor de idade, identificados como autores de um roubo a residência em Várzea Grande foram detidos pela Polícia Judiciária Civil, poucas horas após o crime, durante trabalho investigativo da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF-VG).

O assalto a mão armada ocorreu na manhã de domingo (12.01), quando dois suspeitos em posse de um revólver calibre 38, invadiram a residência no bairro Paiaguás em Várzea Grande. Para entrar na casa, os criminosos renderam o filho do casal no portão e em seguida pularam o muro da residência.

A família foi feita refém e ameaçada de morte, enquanto os suspeitos subtraíam diversos objetos da casa, como aparelhos celulares, televisões, notebook, joias e dinheiro. O crime contou ainda com a participação de um terceiro, que ficou em um veículo do lado de fora da casa, para dar apoio a fuga dos criminosos.

Assim que os policiais da DERF-VG foram acionados do crime, iniciaram as diligências conseguindo informações que levaram a identificação de dois suspeitos, um deles menor de idade, como autores do crime. Com base nos levantamentos, os suspeitos foram detidos  e encaminhados a DERF-VG. Parte dos objetos roubados foram recuperados e restituídos à família.

Na delegacia, eles foram seguramente reconhecidos pelas vítimas como os envolvidos na ação criminosa. Interrogados, pelo delegado Afonso Monteiro da Silva Junior, os dois suspeitos confessaram a atuação no assalto e o menor de idade, contou ainda que pegou o carro do pai que estava dormindo para praticar o roubo.

Diante dos fatos, o suspeito maior de idade foi autuado em flagrante pelos crimes de roubo majorado e corrupção de menores, sendo posteriormente encaminhado para Penitenciária Central do Estado (PCE). O menor infrator, após ser ouvido, foi conduzido a Delegacia Especializada do Adolescente (DEA) para as providências cabíveis.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Fronteira

Polícia Civil investiga se aeronave boliviana em Vila Bela que caiu transportava pasta base

Publicado

Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Vila Bela da Santíssima Trindade (521 km a oeste de Cuiabá) investiga o acidente aéreo que resultou na queda de uma aeronave, ocorrido na segunda-feira (16.11), na zona rural do município. O avião de bandeira boliviana pegou fogo, resultando na morte do piloto que teve o corpo carbonizado. Há suspeita é que a aeronave realizava o transporte de pasta base de cocaína.

A equipe da Polícia Civil da Delegacia de Vila Bela da Santíssima Trindade foi acionada por um morador da região, sobre a queda da aeronave, que bateu em um poste da rede elétrica e caiu em uma via da zona rural. A comunidade onde ocorreu a queda é distante da zona urbana da cidade, cerca de 130 quilômetros, nas imediações do Rio Guaporé.

Ao chegar ao local, os policiais constataram que o avião pegou fogo, encontrando o cadáver junto aos destroços e a fiação elétrica caída em cima da aeronave. A equipe da Perícia Oficial e Identificação Técnica de Pontes e Lacerda foi acionada e recolheu o corpo que ainda não foi identificado.

O corpo estava carbonizado e não foi localizado nenhum documento do piloto no local. O delegado de Vila Bela da Santissíma Trindade, João Paulo Berté, acredita que há possibilidade de que a aeronave estivesse realizando o transporte de pasta base, uma vez que o produto é inflamável com grande facilidade de combustão.

“Recolhemos o material para perícia e será encaminhado para análise se realmente o avião era utilizado para o transporte de droga. Além do forte odor e pelo conhecimento dos policiais, existem outros indícios, como o fato de o avião ser de bandeira boliviana, voar baixo, e com apenas o piloto, são modus operandi muito utilizado pelos traficantes da região”, disse o delegado.

As investigações estão em andamento e a Polícia Civil aguarda os resultados das perícias, para identificação do número de matrícula e modelo do avião, assim como da vítima que teve o corpo carbonizado no acidente.

Comentários Facebook
Continue lendo
publicidade

Pontes e Lacerda

publicidade

Polícia

Cidades

Mais Lidas da Semana