conecte-se conosco



Polícia

Homem acusado de violência doméstica é preso com arma e munições em Poconé

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um homem acusado de violência doméstica foi preso em flagrante pela Polícia Judiciária Civil, na quinta-feira (07.11), após ser flagrado em posse de uma arma de fogo e munições, na zona rural de Poconé (104 km ao Sul de Cuiabá).

A prisão do suspeito G.H., 33 anos, aconteceu quando os policiais civis da Delegacia de Poconé acompanhavam a vítima de agressão até a propriedade em que o casal morava para retirada de seus bens pessoais.

A violência doméstica ocorreu no dia 05 de novembro, quando a vítima foi agredida pelo companheiro com socos no rosto. No dia seguinte, ela procurou a Delegacia Especializada da Defesa da Mulher de Cuiabá, onde foram pedidas as medidas protetivas, sendo o procedimento encaminhado para a Delegacia de Poconé.

Na quinta-feira (07), os policiais acompanharam a vítima para retirar os pertences da fazenda em que o casal morava na comunidade Bandeira, zona rural de Poconé. No local, os policiais perguntaram ao suspeito se ele possuía arma de fogo e diante da resposta afirmativa, foi localizado escondido no curral da fazenda, uma espingarda calibre 22, municiada e mais três munições do mesmo calibre,

Leia mais:  PF cumpre mandados judiciais em investigação sobre fake news em MT

Diante das evidências, o suspeito foi conduzido a Delegacia de Poconé e após ser interrogado, foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo e munições, sendo arbitrada fiança ao preso. Como o autuado não pagou o valor, foi encaminhado para Cadeia Pública e posteriormente para audiência de custódia.

Além da autuação em flagrante, o suspeito também foi indiciado em inquérito policial por lesão corporal no âmbito da Lei Maria da Penha.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

PF cumpre mandados judiciais em investigação sobre fake news em MT

Publicado

A Polícia Federal (PF) cumpre, desde as primeiras horas da manhã desta quarta-feira (27), ordens judiciais determinadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

As ordens judiciais tratam de investigações sobre fake news (inquérito nº 4.781), conduzidas pelo ministro Alexandre de Moraes.

Os policiais federais cumprem 29 mandados de busca e apreensão em endereços no Distrito Federal, Rio de Janeiro, em São Paulo, Mato Grosso, no Paraná e em Santa Catarina.

Comentários Facebook
Leia mais:  PF cumpre mandados judiciais em investigação sobre fake news em MT
Continue lendo
publicidade

Pontes e Lacerda

publicidade

Polícia

Cidades

Mais Lidas da Semana