conecte-se conosco



Fronteira

Gefron frustra tentativa de furto de veículo na fronteira com a Bolívia

Publicado

O Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) impediu o furto  de um veículo na manhã desta quinta-feira (02.04), durante mais uma ação da Operação Hórus, integrada ao programa VIGIA, do Ministério da Justiça e Segurança Pública. O veículo Ford/Cargo 1722 tipo guincho foi recuperado na barreira de fiscalização, na Estrada do Buriti, no município de Porto Esperidião (325 km ao Oeste da capital). 

Ao ser abordado na faixa de fronteira, o condutor entrou várias vezes em contradição. Após checagem na base do Gefron foi constatado que não havia registro de furto do veículo. Os policiais então decidiram entrar em contato com o proprietário, que reside no município de Mirassol D’Oeste (288 km ao Oeste da capital).

Ao ser comunicado, o proprietário não sabia que o veículo havia sido furtado até o momento. O suspeito relatou que o entregaria na comunidade de Barbeixo, na Bolívia, por uma quantia de R$ 3 mil.

O suspeito possui antecedentes criminais e foi encaminhado para a Delegacia Especial de Fronteira (Defron) de Cáceres (214 km ao Oeste de Cuiabá) para providências. O veículo permaneceu na base do Gefron para deliberações posteriores. O prejuízo ao crime é de R$ 75 mil.

Comentários Facebook
publicidade

Fronteira

Polícia Civil investiga se aeronave boliviana em Vila Bela que caiu transportava pasta base

Publicado

Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Vila Bela da Santíssima Trindade (521 km a oeste de Cuiabá) investiga o acidente aéreo que resultou na queda de uma aeronave, ocorrido na segunda-feira (16.11), na zona rural do município. O avião de bandeira boliviana pegou fogo, resultando na morte do piloto que teve o corpo carbonizado. Há suspeita é que a aeronave realizava o transporte de pasta base de cocaína.

A equipe da Polícia Civil da Delegacia de Vila Bela da Santíssima Trindade foi acionada por um morador da região, sobre a queda da aeronave, que bateu em um poste da rede elétrica e caiu em uma via da zona rural. A comunidade onde ocorreu a queda é distante da zona urbana da cidade, cerca de 130 quilômetros, nas imediações do Rio Guaporé.

Ao chegar ao local, os policiais constataram que o avião pegou fogo, encontrando o cadáver junto aos destroços e a fiação elétrica caída em cima da aeronave. A equipe da Perícia Oficial e Identificação Técnica de Pontes e Lacerda foi acionada e recolheu o corpo que ainda não foi identificado.

O corpo estava carbonizado e não foi localizado nenhum documento do piloto no local. O delegado de Vila Bela da Santissíma Trindade, João Paulo Berté, acredita que há possibilidade de que a aeronave estivesse realizando o transporte de pasta base, uma vez que o produto é inflamável com grande facilidade de combustão.

“Recolhemos o material para perícia e será encaminhado para análise se realmente o avião era utilizado para o transporte de droga. Além do forte odor e pelo conhecimento dos policiais, existem outros indícios, como o fato de o avião ser de bandeira boliviana, voar baixo, e com apenas o piloto, são modus operandi muito utilizado pelos traficantes da região”, disse o delegado.

As investigações estão em andamento e a Polícia Civil aguarda os resultados das perícias, para identificação do número de matrícula e modelo do avião, assim como da vítima que teve o corpo carbonizado no acidente.

Comentários Facebook
Continue lendo
publicidade

Pontes e Lacerda

publicidade

Polícia

Cidades

Mais Lidas da Semana