conecte-se conosco


Política

Estado anuncia 8 oficiais que serão promovidos a coronel da PM

Publicado

O Governo do Estado vai promover na próxima quinta-feira (5) oito tenentes-coroneis da Polícia Militar ao cargo de coronel da Corporação – a mais alta patente da PM no Estado. Os nomes foram anunciados nesta quinta-feira (4).

Inicialmente, o Governo tinha a garantia de fazer 7 promoções ao posto máximo da Polícia Militar. Os escolhidos foram os comandantes do Gefron, José Nildo Silva de Oliveira; das regionais de Primavera do Leste (236 KM da Capital), e de Barra do Garças (501 KM de Cuiabá), respectivamente, Francyanne Siqueira Chaves e Antônio Gilvando de Souza; do Ciopaer, Juliano Chiroli; da Força Tática de Cuiabá, André Avalino Neto; do Batalhão de Trânsito, Esnaldo de Souza Moreira; além do Chefe da Casa Militar, Eduardo Henrique Souza.

De última hora, o coronel Marco Tadeu se aposentou e abriu mais uma vaga para promoção. O escolhido, então, foi o tenente-coronel Claudio Fernando Carneiro Souza, que atua em Nova Mutum.

A Polícia Militar conta com 30 coroneis na ativa. O salário mensal dos coronéis PM em Mato Grosso é de R$ 26 mil.

EVENTO

A Polícia Militar realiza nesta quinta-feira a solenidade em comemoração aos 184 anos da corporação. O evento será às 19 horas, no Quartel do Comando Geral, com a promoção de 546 policiais, além da entrega da comenda Homens do Mato para diversas personalidades, entre elas, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, e o governador Mauro Mendes.

Serão promovidos, na solenidade,  412 praças, aos postos de subtenente, sargento e cabo, e 134, ascenderão a oficiais, aos postos de tenente, capitão, major, tenente-coronel e coronel. O Comando Geral está localizado na Avenida Historiador Rubens de Mendonça, 6135, no bairro Novo Paraíso.

No dia 05 de setembro de 1835, por meio da  Lei nº 30/1835, aprovada pela Assembleia Legislativa Provincial de Mato Grosso, surgia oficialmente o Corpo Policial ‘Homens do Mato’, então formado por um grupo de menos de 20 policiais. Quarenta e quatro anos depois, em 1891, o nome Polícia Militar pela apareceu primeira vez, com a nomeclatura ‘Corpo de Polícia Militar’.

FONTE: Cáceres Notícias 

Comentários Facebook
publicidade

Política

Deputado Xuxu falta sessão e tem R$ 830 descontados do seu salário de R$ 25 mil

Publicado

Após muitos avisos e advertências verbais, o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado Eduardo Botelho (DEM), colocou em prática o corte nos salários dos parlamentares da casa. O chefe da ALMT, ordenou que fosse descontado R$830 do salário de R$ 25 mil do deputado Xuxu Dal’Molin (PSC), o parlamentar também sofrerá cortes em sua verba indenizatória de R$ 65 mil por ter se ausentado sem justificativa do “mutirão” promovido pelo Legislativo visando fazer uma limpeza de pautas.

A carência da presença dos parlamentares nas sessões tem sido constantemente criticada pelo presidente da casa, Botelho chegou até sugerir para que os colegas faltosos mudassem de profissão.

Os deputados têm uma série de matérias importantes, no entanto atrasadas, para serem resolvidas. A casa precisa apreciar 53 projetos de lei, além de Propostas de Emenda à Constituição (PEC), apenas 18 foram apreciados.

Dos 24 deputados estaduais, 23 se fizeram presente à sessão destar terça-feira (10), com a exclusão do deputado Silvio Fávero (PSL), que passou mal e precisou retirar-se do Plenário.

“A LDO já está pronta para ser votada no Plenário, então vamos cumprir o cronograma até porque o prazo já se extinguiu, já era para ter votado. Mas eu acho que em duas semanas, no máximo, a gente finaliza. A ausência dos deputados atrapalha, principalmente quando é projeto de lei complementar, que precisa de 14 votos. Eu vou conversar com os deputados hoje e semana que vem vou convocar todos para um mutirão, quem não vier eu vou cortar a VI do mês inteiro”, declarou Botelho, na ocasião.

FONTE: Muvuca Popular

Comentários Facebook
Continue lendo
publicidade

Pontes e Lacerda

publicidade

Polícia

Cidades

Mais Lidas da Semana