conecte-se conosco


Política

Em reunião com o Governo, BRF anuncia investimentos de R$ 59 milhões em MT

Publicado

O estado de Mato Grosso tem conseguido mostrar aos empresários que está em plena recuperação econômica e é seguro para investimentos. Prova disto foi o anúncio feito nesta quinta-feira (22.08) pela BRF de um aporte de R$ 59 milhões nas plantas de Lucas do Rio Verde e Nova Mutum (330km e 240km de Cuiabá, respectivamente) até 2020.

O governador Mauro Mendes destacou que a reinstituição dos incentivos fiscais, aprovada em julho, trouxe segurança jurídica para investimentos no Estado.

“Tanto a BRF como outras empresas poderão fazer um planejamento de abertura e expansão com segurança. Estamos recebendo visitas de empreendedores, o que mostra que Mato Grosso está cada dia mais viável para atividades em todos os campos. O Governo faz um esforço que já é percebido para se reequilibrar e ser um bom parceiro para promover o desenvolvimento”, frisou.

O CEO da BRF, Lorival Luz, salientou que Mato Grosso é estratégico para as operações da empresa, sendo um dos principais centros produtores. “Os investimentos que prevemos para os próximos dois anos mostram isso. Caso o cenário de maior demanda externa por proteínas se confirme, estamos prontos para aumentar em 30% a nossa produção de frango e 20% de suínos em Lucas do Rio Verde, elevando de forma significativa a nossa presença no Estado”, explicou.

Em Mato Grosso, a companhia tem mais de 8 mil colaboradores diretos e cerca de 300 integrados. O diretor afirmou que há estimativa de criação de cerca de mil novos postos de trabalho nas plantas do estado caso haja a abertura de novos mercados para as exportações.

“Estes postos estão dentro da indústria e também na integração. Temos mão de obra intensiva e a cadeia para que tudo funcione é grande”, explicou.

Entre os projetos que estão previstos pela BRF há a geração de energia a partir de biomassa, o início da digitalização das linhas de produção e modernização da linha de suínos para a produção dos novos cortes com maior valor agregado, já lançados pela companhia recentemente.

Entre 2014 e 2018 a BRF investiu mais de R$ 440 milhões nas unidades de Mato Grosso. A adaptação das granjas em Lucas do Rio Verde, em parceria com os produtores integrados, recebeu o selo internacional Certified Humane, que reconhece a aplicação de boas práticas de bem-estar animal pelo terceiro ano consecutivo nesse ano.

No total, as fábricas de Mato Grosso possuem capacidade de produção de instalação de mais de 690 mil toneladas/ano e, além do mercado interno, atendem regiões como Oriente Médio e Ásia.

Estiveram presentes na reunião o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, o secretário da Casa Civil, Mauro Carvalho, o diretor Geral de Operações da BRF, Evandro Hister, a diretora Global de Relações Institucionais, Grazielle Parenti, e a gerente executiva de Relações Institucionais da BRF, Ana Carregaro.

FONTE: Governo do Estado de MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Atividades de prevenção às drogas iniciam em Porto Esperidião
publicidade

Política

Deputado Xuxu falta sessão e tem R$ 830 descontados do seu salário de R$ 25 mil

Publicado

Após muitos avisos e advertências verbais, o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado Eduardo Botelho (DEM), colocou em prática o corte nos salários dos parlamentares da casa. O chefe da ALMT, ordenou que fosse descontado R$830 do salário de R$ 25 mil do deputado Xuxu Dal’Molin (PSC), o parlamentar também sofrerá cortes em sua verba indenizatória de R$ 65 mil por ter se ausentado sem justificativa do “mutirão” promovido pelo Legislativo visando fazer uma limpeza de pautas.

A carência da presença dos parlamentares nas sessões tem sido constantemente criticada pelo presidente da casa, Botelho chegou até sugerir para que os colegas faltosos mudassem de profissão.

Os deputados têm uma série de matérias importantes, no entanto atrasadas, para serem resolvidas. A casa precisa apreciar 53 projetos de lei, além de Propostas de Emenda à Constituição (PEC), apenas 18 foram apreciados.

Dos 24 deputados estaduais, 23 se fizeram presente à sessão destar terça-feira (10), com a exclusão do deputado Silvio Fávero (PSL), que passou mal e precisou retirar-se do Plenário.

“A LDO já está pronta para ser votada no Plenário, então vamos cumprir o cronograma até porque o prazo já se extinguiu, já era para ter votado. Mas eu acho que em duas semanas, no máximo, a gente finaliza. A ausência dos deputados atrapalha, principalmente quando é projeto de lei complementar, que precisa de 14 votos. Eu vou conversar com os deputados hoje e semana que vem vou convocar todos para um mutirão, quem não vier eu vou cortar a VI do mês inteiro”, declarou Botelho, na ocasião.

FONTE: Muvuca Popular

Comentários Facebook
Leia mais:  Atividades de prevenção às drogas iniciam em Porto Esperidião
Continue lendo
publicidade

Pontes e Lacerda

publicidade

Polícia

Cidades

Mais Lidas da Semana