conecte-se conosco



Mato Grosso

Donos de garagem de luxo em MT são denunciados à Justiça por golpes de R$ 4,4 milhões contra 24 clientes

Publicado

Os donos da Sportcars Multimarcas, Marcelo Sixto Scheavenin e Thays Dalavalle, foram denunciados à Justiça pelo Ministério Público Estadual (MPE) pelos crimes de apropriações indébitas de veículos de luxo, cometidos contra 24 vítimas, cumulados com o crime de estelionato na modalidade disposição de coisa alheia como própria praticado contra outra ofendida.

De acordo com a denúncia, assinada pela promotora de Justiça Fânia Amorim, a dupla causou prejuízos financeiros a 24 pessoas já identificadas, na ordem de aproximadamente R$ 4,4 milhões. Entre elas, empresários, desembargador, promotor de Justiça, servidor público, advogado, contador e agricultor.

O MP solicitou ao Poder Judiciário que determine o desmembramento do inquérito policial para continuidade das investigações e identificação de outras vítimas que, aparentemente, não registraram boletim de ocorrência contra o casal.

No processo em que os acusados declaram autofalência, que inclusive foi extinto sem resolução de mérito, foi apresentada uma lista de 48 credores. A promotora de Justiça constatou ainda, em levantamento realizado no sistema Infoseg, a existência de diversas outras vítimas que deixaram de registrar boletins de ocorrências.

“Em relação a essas outras 37 vítimas, o titular da ação penal oferecerá, ser for o caso, nova denúncia criminal em face dos acusados. De qualquer modo, a grande quantidade de vítimas e o elevado valor total do prejuízo patrimonial demonstra o dolo intenso dos acusados, a justificar a imposição do regime inicial fechado para os cumprimentos das penas que lhes serão impostas no caso concreto”, destacou a promotora de Justiça, em um trecho da denúncia.

Além de oferecer a denúncia criminal, o MP também manifestou-se contrário ao pedido de mudança de domicílio de Cuiabá para Curitiba efetuado pelos denunciados. A promotora de Justiça defende que se aguarde pelo menos as efetivações das fases de recebimento da denúncia e de citações pessoais dos acusados visando garantir a eficácia da instrução criminal, com os seus comparecimentos pessoais em Cuiabá, a cada audiência judicial que ocorrer, independentemente de suas intimações pessoais, acaso o juízo defira a referida medida.

O caso

Donos de carros de luxo deixavam veículos à venda na loja, em Cuiabá — Foto: TV GloboDonos de carros de luxo deixavam veículos à venda na loja, em Cuiabá — Foto: TV Globo

Leia mais:  NOTA DE ESCLARECIMENTO: Detran-MT não tem caso confirmado de servidor com coronavírus

Donos de carros de luxo deixavam veículos à venda na loja, em Cuiabá — Foto: TV Globo

A loja foi aberta em Cuiabá, em 2015. Os donos de carros de luxo deixavam veículos à venda na loja. Marcelo vendia e ficava com uma comissão de 4%. Em outubro do ano passado, ele começou a não pagar aos donos dos carros.

A loja baixou as portas no fim da tarde do dia 27 de março. Na manhã seguinte, os carros tinham desaparecido e os donos ficaram sem os veículos e sem o dinheiro da venda.

As vítimas denunciaram o caso à polícia, que abriu inquérito para investigar o caso. No depoimento, Marcelo alegou que não tinha a intenção de dar “calote” nas vítimas, mas confessou ter usado o dinheiro das vendas para pagar dívidas. Já a mulher disse que só atuava na parte administrativa da empresa e negou participação nos negócios.

Leia mais:  Governador anuncia nova prorrogação do prazo para pagamento do IPVA

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Governador anuncia nova prorrogação do prazo para pagamento do IPVA

Publicado

O imposto que deveria ser pago em junho, julho e agosto, poderá ser pago em outubro, novembro e dezembro; decreto com detalhes será publicado no Diário Oficial

Lorena Bruschi | Secom-MT

O Governo de Mato Grosso irá adiar novamente o prazo para pagamento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), relativo ao exercício de 2020. O governador Mauro Mendes anunciou nesta terça-feira (02.06) a prorrogação com o objetivo de amenizar os efeitos financeiros que da covid-19 para os contribuintes mato-grossenses. 

O IPVA que deveria ser pago nos meses de junho, julho e agosto, terá o prazo postergado para os três últimos meses do ano, outubro, novembro e dezembro de 2020. Conforme o governador, o Estado está combatendo a pandemia e criando condições para que a economia local volte a funcionar. O decreto com detalhes deverá ser publicado em edição extra do Diário Oficial desta terça-feira (02.06).

“A Assembleia fez uma reivindicação ao Governo do Estado. Analisamos os números dos últimos dias e estamos anunciando hoje, formalmente, que nós estaremos prorrogando para outubro, novembro e dezembro o pagamento do IPVA de todos que ainda tem esse débito com o Estado de Mato Grosso”, afirma o governador Mauro Mendes.

Ele ressalta a parceria com a Assembleia Legislativa, e a rede criada com os prefeitos, que possibilitaram diversas ações que tem tem salvado vidas, e mantido ainda um baixo índice de contaminação mostrado pelos números de casos em Mato Grosso.

“É uma forma do governo minimizar, e ajudar muita gente que talvez esteja em dificuldade por conta das consequências econômicas na vida. É uma forma de aliviar o caixa das empresas, dos cidadãos. Há aqueles que já pagaram porque tinham condições, mas aqueles que não pagaram porque tinham dificuldade vão ter mais este fôlego com mais essa medida que o governo está fazendo para ajudar na pandemia”, avalia.

Com a nova medida, os veículos com placa final 4 e 5 que teriam que pagar no mês de maio, poderão pagar no mês de outubro; placa final 6 e 7 que pagariam em junho, passam a ter o prazo até novembro; já as placas 8, 9 e 0 do mês de julho, passam a ter o prazo estendido até dezembro de 2020.

 

Leia mais:  NOTA DE ESCLARECIMENTO: Detran-MT não tem caso confirmado de servidor com coronavírus

Comentários Facebook
Continue lendo
publicidade

Pontes e Lacerda

publicidade

Polícia

Cidades

Mais Lidas da Semana