conecte-se conosco



Geral

Diversidade rítmica e de temas marca Festival de Música da Nacional FM

Publicado

Os vencedores da 11ª edição do Festival de Música da Rádio Nacional FM de Brasília foram anunciados na noite deste sábado (7). A edição deste ano foi marcada pela diversidade musical e de ritmos e pelo recorde de participação do público na votação pela internet. Os artistas foram escolhidos por especialistas e ouvintes da Rádio Nacional FM, em oito categorias. No total, 229 músicas foram inscritas para participar do evento realizado pela Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

 Festival de Música da Rádio Nacional FM de Brasília 2019

Festival de Música da Rádio Nacional FM de Brasília 2019 – Marcello Casal JrAgência Brasil

A música mais votada pelo público na internet foi Trem Nordestino, de Luiz Theodoro e Mário Theodoro. “A música fala um pouco das coisas e da gente do Nordeste. E, principalmente, desta ideia de uma região que é um pouco o paradoxo do Brasil. O Nordeste, talvez, seja a região que melhor define o Brasil com suas dificuldades e suas alegrias, com sua arte forte”, disse Mário.

Idealizador e coordenador do festival, o gerente de produção e programação da Rádio Nacional, Carlos Senna, destacou a diversidade rítmica e temática das músicas inscritas. Segundo ele, o nível de qualidade das composições tem melhorado ano a ano, consolidando a importância do evento. “Tanto que, este ano, a participação do público na internet foi recorde, ultrapassando os 30 mil votos. O número de acessos ao site onde as músicas estão disponíveis foi enorme”, disse Senna.

Leia mais:  Focos de incêndio no Pantanal mato-grossense reduzem em 80%; Governo continua com operação na região

Outras categorias

 Festival de Música da Rádio Nacional FM de Brasília 2019

Festival de Música da Rádio Nacional FM de Brasília 2019 – Marcello Casal JrAgência Brasil

A Capivara Brass Band faturou a categoria Melhor Arranjo pela composição Melina Gruv, que homenageia as influências da cultura afro em geral e da música negra em particular. Formado exclusivamente por instrumentos de metal e bateria, o grupo também venceu a categoria Melhor Intérprete Instrumental.

Arranjador da canção, o trombonista Bruno Portella disse à Agência Brasil que ficou surpreso com o resultado. “Ter ganho este prêmio no meio de tanta gente boa, de pessoas que, para mim, são referências, é importantíssimo. Fiquei surpreso. Não esperava”, declarou Portella, dedicando o prêmio ao maestro Joel Barbosa, seu professor na Escola de Música de Brasília, um centro de educação profissional público, vinculado à Secretaria de Educação do Distrito Federal. “Quero homenageá-lo por ele manter o curso de arranjo, que é gratuito, com muita raça. E parabenizar o festival. Um evento deste é muito importante para a cena cultural, para a cena musical do Distrito Federal e para a arte.”

Já a categoria Melhor Intérprete Vocal ficou com a cantora, compositora e violonista Litieh. Natural de Pirenópolis (GO), a artista vive em Brasília há 20 anos e destaca o papel da Rádio Nacional para a divulgação da cultura do Distrito Federal e da música nacional. “Com certeza, esta é uma premiação especial. Fiquei surpresa e muito feliz, pois já estou há dez anos neste caminho e é lindo, uma honra, receber a distinção de um prêmio de melhor intérprete e ainda dividir o palco com artistas que admiro muito.”

Leia mais:  Focos de incêndio no Pantanal mato-grossense reduzem em 80%; Governo continua com operação na região
 Festival de Música da Rádio Nacional FM de Brasília 2019

Festival de Música da Rádio Nacional FM de Brasília 2019 – Marcello Casal JrAgência Brasil

O prêmio de Melhor Música Instrumental foi para Voa Zeppelin, de Marcelo Lima. Tatá Weber venceu a categoria Melhor Música com Letra, com a canção Quarta-Feira, e Túlio Borges a de Melhor Letra, com O Pão. Doze finalistas se apresentaram durante a premiação, no teatro da Caixa Cultural. A empolgação do público ao ouvir a música Baião de Lá garantiu a Márcio França e Rodrigo Souto o prêmio de Torcida Mais Animada.

A 11ª edição do Festival de Música da Rádio Nacional FM de Brasília contou com a presença do diretor-presidente da EBC, Luiz Carlos Pereira Gomes. 

Os vencedores das quatro principais categorias de melhores músicas e intérpretes voltam a subir no palco da Caixa Cultura, às 19h, de hoje (8), para um show extra, onde terão a oportunidade de mostrar um pouco mais de seus trabalhos. É possível ouvir as 12 músicas finalistas no site das rádios da EBC.

Festival

 Festival de Música da Rádio Nacional FM de Brasília 2019

Festival de Música da Rádio Nacional FM de Brasília 2019 – Marcello Casal JrAgência Brasil

Leia mais:  Focos de incêndio no Pantanal mato-grossense reduzem em 80%; Governo continua com operação na região

Consolidação de um antigo projeto da emissora, a primeira edição do Festival Música Nacional FM foi realizada em 2009. A iniciativa já está consolidada no cenário cultural de Brasília, o que provoca a mobilização de toda a cadeia produtiva musical da cidade, como compositores, cantores, músicos, arranjadores e os estúdios de gravação.

Na primeira fase da competição deste ano, um corpo de jurados composto por especialistas selecionou as 50 melhores canções dentre as 229 inscritas. Durante três meses, estas 50 obras selecionadas foram executadas diariamente na programação da Rádio Nacional FM. Neste mesmo período, os ouvintes puderam votar pela internet em suas músicas preferidas. A seleção popular somou ao todo mais de 16 mil votos e selecionou as 12 canções finalistas.

Edição: Lílian Beraldo
Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
publicidade

Geral

Focos de incêndio no Pantanal mato-grossense reduzem em 80%; Governo continua com operação na região

Publicado

São mais de 40 equipes, assim como a estrutura física de aeronaves e viaturas, em todo o Estado para atuar no combate aos incêndios florestais

Carol Sanford | Secom -MT

– Foto por: Mayke Toscano

A | A

Os focos de incêndio no Pantanal tiveram redução de 80% desde o último sábado (19.09). Nesta quinta-feira (23.09) são 190 focos, contra 919 da semana anterior, entre os dias 14 e 18 de setembro.

De acordo com o comandante-geral do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso, coronel Alessandro Borges, todo o efetivo de militares está em campo, são mais de 40 equipes, assim como a estrutura física de aeronaves e viaturas, em todo o Estado para atuar no combate aos incêndios florestais.

Em Mato Grosso, a redução dos focos de incêndio alcançou 85% nesta semana. Entre os últimos dias 14 e 18, eram 4.678, agora, de 19 a 23 de setembro, foram registrados 705 focos.

“Contamos também com o reforço da Marinha, Exército, Defesa Civil e voluntários e neste momento em que o clima ameniza a situação dos incêndios atuaremos no rescaldo, em uma operação abafa final. Temos agora uma condição muito favorável com o início da primavera, em que o fogo não se propagada com tanta rapidez e continuamos em campo até que todos os incêndios sejam debelados”, explicou o comandante.

Hoje, mais uma aeronave começou a atuar no combate ao fogo. O avião foi contratado pelo Governo de Mato Grosso e está em serviço na região de Porto Jofre. Ao todo, sete aviões atuam contra os incêndios em Mato Grosso.

O Estado já investiu R$ 22 milhões em recursos próprios no combate aos incêndios florestais e desmatamento ilegal. O Governo Federal enviou R$ 10,1 milhões nesta semana.

Nesta quinta-feira, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, veio a Mato Grosso e está na região do Pantanal. O ICMBio enviou mais 160 brigadistas que chegaram nesta manhã e à tarde, 48 militares da Força Nacional se unem às equipes em campo na região.

“Essas equipes nos darão suporte no monitoramento, levantamento de área e também na atuação daqueles focos de incêndio que porventura recomeçarem. Será uma otimização dos trabalhos, pois as ações continuam, uma vez que as precipitações de chuva foram leves e as equipes permanecem em campo em todo o Estado até que o período chuvoso de fato tenha início”, afirmou o comandante do Comitê Integrado Multiagências de Mato Grosso (Ciman-MT), tenente-coronel Dércio Santos da Silva.

Comentários Facebook
Leia mais:  Focos de incêndio no Pantanal mato-grossense reduzem em 80%; Governo continua com operação na região
Continue lendo
publicidade

Pontes e Lacerda

publicidade

Polícia

Cidades

Mais Lidas da Semana