conecte-se conosco



Política

Deputado Xuxu falta sessão e tem R$ 830 descontados do seu salário de R$ 25 mil

Publicado

Após muitos avisos e advertências verbais, o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado Eduardo Botelho (DEM), colocou em prática o corte nos salários dos parlamentares da casa. O chefe da ALMT, ordenou que fosse descontado R$830 do salário de R$ 25 mil do deputado Xuxu Dal’Molin (PSC), o parlamentar também sofrerá cortes em sua verba indenizatória de R$ 65 mil por ter se ausentado sem justificativa do “mutirão” promovido pelo Legislativo visando fazer uma limpeza de pautas.

A carência da presença dos parlamentares nas sessões tem sido constantemente criticada pelo presidente da casa, Botelho chegou até sugerir para que os colegas faltosos mudassem de profissão.

Os deputados têm uma série de matérias importantes, no entanto atrasadas, para serem resolvidas. A casa precisa apreciar 53 projetos de lei, além de Propostas de Emenda à Constituição (PEC), apenas 18 foram apreciados.

Dos 24 deputados estaduais, 23 se fizeram presente à sessão destar terça-feira (10), com a exclusão do deputado Silvio Fávero (PSL), que passou mal e precisou retirar-se do Plenário.

“A LDO já está pronta para ser votada no Plenário, então vamos cumprir o cronograma até porque o prazo já se extinguiu, já era para ter votado. Mas eu acho que em duas semanas, no máximo, a gente finaliza. A ausência dos deputados atrapalha, principalmente quando é projeto de lei complementar, que precisa de 14 votos. Eu vou conversar com os deputados hoje e semana que vem vou convocar todos para um mutirão, quem não vier eu vou cortar a VI do mês inteiro”, declarou Botelho, na ocasião.

FONTE: Muvuca Popular

Comentários Facebook
Leia mais:  Governo garante estudo de viabilidade de UTI’s em Pontes e Lacerda
publicidade

Política

Governo garante estudo de viabilidade de UTI’s em Pontes e Lacerda

Publicado

Reunião no Palácio Paiaguás foi organizada pelo deputado Valmir Moretto (Republicanos) e contou com a presença de prefeitos e do presidente da Santa Casa de Pontes e Lacerda.

Após reunião convocada pelo deputado Valmir Moretto (Republicanos), o governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, se comprometeu a fazer um estudo de viabilidade para a construção de leitos de UTI’s na Santa Casa da cidade de Pontes e Lacerda. O Estudo será feito por uma equipe técnica a cargo da Secretaria de Estado de Saúde (SES).

Na reunião ficou acordado que, caso os leitos sejam construídos, precisam ser definitivos, a exemplo do que aconteceu no Hospital Metropolitano de Várzea Grande e no Hospital Regional de Cáceres – daí a necessidade de um estudo detalhado.

O governador Mauro Mendes disse que o estudo é necessário pois existem regras do Ministério da Saúde, que precisam serem cumpridas para que a obra se mantenha.

“O Governo é sensível a isso, entende essa reivindicação e estamos trabalhando para que isso aconteça. Eu não vou tomar medidas irresponsáveis que não parem de pé em médio e longo prazo. O estudo técnico e consistente será feito, e se provar que realmente tem viabilidade, será feita as UTI’s. Isso trará resultados positivos para região e para Mato Grosso”, afirmou o governador.

O deputado Valmir Morettto disse que ficou feliz com a decisão do governador em querer fazer o estudo e acredita que a cidade, por ser polo da Região Oeste, atende todas as condições necessárias.

“Temos que ter esse estudo porque não estamos construindo UTI só para atender o Covid-19, nosso sonho são unidades definitivas. O Governo se posicionou favorável, tendo condições, será parceiro e vai por as unidades. Conheço Pontes e Lacerda e sei do potencial da região. Estamos falando de vidas, de pessoas e de muitas responsabilidades. Não tenho dúvidas de que esse estudo será viável”, afirmou Moretto após a reunião.

Pontes e Lacerda é cidade polo da Região Oeste e ponto de apoio para outros municípios, englobando a quantidade de 115 mil habitantes. As novas UTI’s seriam implantadas no Hospital Santa Casa Vale do Guaporé. No primeiro momento atenderia a população em relação ao avanço do coronavírus (Covid-19) e depois ficaria em benefício da população.

Além Mauro Mendes e o deputado Valmir Moretto, participaram da reunião os prefeitos Alcino Barcelos, de Pontes e Lacerda e o prefeito Geraldo Martins do Vale de São Domingos. Também estavam presentes representante do deputado dr. Gimenez e o presidente da Santa Casa, José Paulo Adriano.

Por Raul Bradock 

Comentários Facebook
Leia mais:  Governo garante estudo de viabilidade de UTI’s em Pontes e Lacerda
Continue lendo
publicidade

Pontes e Lacerda

publicidade

Polícia

Cidades

Mais Lidas da Semana