conecte-se conosco



Cidades

Apoena fornece mais de 30 toneladas de alimentos às Prefeituras da região e instituições de Pontes e Lacerda

Publicado

Além de Pontes e Lacerda, Porto Esperidião, Vila Bela da Santíssima Trindade e Nova Lacerda são beneficiadas pela ação da mineradora e empresas parceiras

Pontes e Lacerda (MT), 3 de julho de 2020 – Com a entrega de alimentos às instituições de Pontes e Lacerda hoje, chega ao fim a ação social da Apoena de maior impacto realizada em seus dez anos de existência. Foram três mil cestas básicas, o equivalente a mais de 90 toneladas de alimentos. A distribuição teve início em 12 de junho, tendo como foco a população do município onde está a sua principal unidade, Ernesto. Nas primeiras e segundas etapas, aproximadamente dois mil moradores das zonas urbanas e rural receberam o kit composto por dois volumes, pesando 32 quilos.

Anúncios

“As parcerias são fundamentais para a execução de atividades desta dimensão e alcance. Agradeço a cada empresa e instituição que contribuiu com recursos financeiros e trabalho para que fosse possível ajudar cerca de dez mil moradores, o equivalente a 22,22% da população de Pontes e Lacerda, além dos principais projetos sociais da cidade”, afirma o Gerente-Geral da Apoena.

Nesta semana, foi a vez de as Prefeituras de Pontes e Lacerda, Porto Esperidião, Vila Bela da Santíssima Trindade e o município de Nova Lacerda receberem 755 cestas básicas, mais de 24 toneladas de alimentos e produtos de higiene e limpeza. Além destas instituições, irão ser beneficiadas hoje a APAE, Casa Lar, Centro Terapêutico Toque da Mão do Mestre, Lar de Apoio à Criança (LAC), Lar dos Idosos, Lions Clube e Projeto Menina Feliz. Serão destinadas a estas entidades 350 unidades, montante superior a 10 toneladas.

“A Apoena concluiu o seu trabalho de distribuição, mas a ação segue por meio das prefeituras e instituições como o Lions Clube, APAE e Projeto Menina Feliz”, ressalta o executivo da mineradora.

Além da Apoena, contribuíram para a compra dos itens a serem doados a Euromáquinas, Dinex, Oeste Construtora, Nitronel, JC Refeições, Vale Serviços, MT Diesel e Exprhess. O Lions Clube forneceu sua sede para montagem dos kits e as equipes de Assistência Social e Educação da Prefeitura de Pontes e Lacerda ficaram responsáveis por convocar e recepcionar as comunidades.

Data Público-alvo Unidades Quilos
12/06/2020 Famílias sem renda indicadas pela UNAC 548 17.536
24/06/2020 Programa Bolsa Família e Cadastro Único – Zona urbana 1.149 36.768
25/06/2020 Vila Monte Cristo (Assentamento Triunfo) 97 3.104
25/06/2020 Vila Matão 36 1.152
26/06/2020 Pecuária e região 65 2.080
Subtotal 1.895 60.640
01/07/2020 Nova Lacerda (Oeste Construtora + Euromáquinas) 375 12.000
02/07/2020 Prefeitura de Porto Esperidião 140 4.480
02/07/2020 Prefeitura de Vila Bela da Santíssima Trindade 140 4.480
03/07/2020 Prefeitura de Pontes e Lacerda 100 3.200
Subtotal 755 24.160
03/07/2020 APAE (doação às famílias) 50 1.600
03/07/2020 Casa Lar 50 1.600
03/07/2020 Centro Terapêutico Toque da Mão do Mestre 50 1.600
03/07/2020 Lar de Apoio à Criança 50 1.600
03/07/2020 Lar dos Idosos 50 1.600
03/07/2020 Lions Clube (doação às famílias) 50 1.600
03/07/2020 Projeto Menina Feliz (doação às famílias) 50 1.600
 Subtotal 350 11.200
Total 3.000 96.000

Roseli Rodrigues

Consultora em Comunicação e Comunidades

Comentários Facebook
Leia mais:  MINISTÉRIO PÚBLICO: Termo de Ajustamento de Conduta garante ambulância com UTI e Van ao município de Comodoro
publicidade

Cidades

MINISTÉRIO PÚBLICO: Termo de Ajustamento de Conduta garante ambulância com UTI e Van ao município de Comodoro

Publicado

por CLÊNIA GORETH | MINISTÉRIO PÚBLICO

Em cumprimento a um Termo de Ajustamento de Conduta firmado com o Ministério Público do Estado de Mato Grosso na área ambiental, um produtor rural repassou ao município de Comodoro, distante 637 Km de Cuiabá, uma ambulância 0Km com UTI totalmente equipada para atender aos pacientes vinculados à Secretaria Municipal de Saúde. O acordo prevê ainda a disponibilização de uma Van com capacidade mínima para 20 passageiros.

Anúncios

Além da aquisição e disponibilização dos dois veículos, como forma de composição civil do dano ambiental, o produtor rural assumiu o compromisso de apresentar o projeto de recuperação da área degradada, com plantio de mudas de árvores nativas, e planos de exploração florestal. Deverá ainda promover a constante da área que será alvo de recuperação. O descumprimento da obrigação implicará no pagamento de multa no valor de R$ 5 mil.

Conforme consta no TAC, o investigado promoveu a queima de 2.157,7552 hectares, sendo 1.710,1552 em áreas realizadas para atividade agropecuária e 447,6000 hectares em Área de Reserva Legal. Entre as justificativas apresentadas pelo promotor de Justiça Felipe Augusto de Oliveira para a celebração do acordo extrajudicial, estão a priorização estabelecida pelo Conselho Nacional do Ministério Público para a solução consensual de conflitos, a política de incentivo à autocomposição no âmbito do MPMT e o baixo índice de resolutividade das ações civis públicas ambientais.

O promotor de Justiça argumentou ainda que o acordo extrajudicial não permite o descumprimento a leis, bem como às normas relacionadas ao controle da administração pública, e nem exime quanto a eventuais responsabilidades por atos praticados.

Comentários Facebook
Leia mais:  MINISTÉRIO PÚBLICO: Termo de Ajustamento de Conduta garante ambulância com UTI e Van ao município de Comodoro
Continue lendo
publicidade

Pontes e Lacerda

publicidade

Polícia

Cidades

Mais Lidas da Semana